Conheça o 'bando de loucos' que acompanha o Corinthians direto da terra do Tio Sam

Conheça o 'bando de loucos' que acompanha o Corinthians direto da terra do Tio Sam

Por Vinícius Souza*

'Ver o seu time de coração de perto é muito mais que podemos imaginar', diz Patrick Lima, da Fiel USA

'Ver o seu time de coração de perto é muito mais que podemos imaginar', diz Patrick Lima, da Fiel USA

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A presença do Timão na Florida Cup é motivo de festa para muitos torcedores alvinegros. Pelo segundo ano consecutivo, milhares de corinthianos têm a chance de acompanhar o clube do Parque São Jorge nos Estados Unidos. No entanto, para o “bando de loucos” da Fiel USA, o torneio internacional de pré-temporada tem um significado ainda mais especial.

“Muitos corinthianos aqui nos Estados Unidos não podem voltar para o Brasil. A maior felicidade deles é estar se reunindo em prol do Corinthians. Poder ir à Flórida e ver o seu time de coração de perto é muito mais que podemos imaginar”, conta Patrick Lima, um dos coordenadores da Fiel USA, em entrevista exclusiva ao Meu Timão.

Em 2007, três amigos residentes de Boston, Massachusetts (EUA), decidiram se juntar para assistir às partidas do Timão. A proposta, a princípio despretensiosa, foi o pontapé inicial de uma das maiores torcidas do Corinthians Brasil afora. “Tudo começou quando resolvemos procurar outros corinthianos na área de Boston para torcer pelo nosso clube. Eu e outros dois amigos, Edu Maluf e Heraldo Damiani, achamos um ao outro pelo Orkut (rede social extinta em 2014)”, relembra.

“Marcamos uma reunião num dia de jogo do Corinthians e ali nasceu a ideia de criar uma torcida aqui nos Estados Unidos para representar o Corinthians”, afirma. A partir dali, a torcida organizada se multiplicou. “Começamos com três, depois subiu para dez, depois 30 e logo reunimos 50 corinthianos em jogos de menor expressão”, recorda Lima, com orgulho.

O crescimento gradativo do grupo, porém, trouxe responsabilidade aos seus fundadores, que precisaram procurar um local apropriado para os encontros. “Logo achamos um restaurante bar que o gerente era corinthiano e abriu o espaço para a Fiel USA virar sede”, diz. Desde então, a associação criou sua identidade e ganhou reconhecimento no exterior.

“Percebemos o quanto era boa a ideia de juntar toda família corinthiana em prol do Corinthians e começamos a colocar em prática várias outras ideias, como carteirinhas, camisas, bandeiras, faixas e tudo o que era possível para representar o máximo possível o Corinthians aqui na terra do Tio Sam”.

No fim de 2012, parte da organizada foi ao Japão e apoiou o Timão no duelo contra o Chelsea, da Inglaterra. “A Fiel USA representou o Corinthians no Mundial do Japão, eventos americanos, jogos amistosos da Seleção Brasileira e tudo o que aparecia, para que a gente pudesse representar o clube que a gente tanto ama, e nos sentir um pouco mais próximos do Brasil”, celebra.

Atualmente, a Fiel USA tem representantes em mais de 20 estados do país e é coordenada por Anderson Santos. Para Lima, a participação do Corinthians no torneio de pré-temporada é uma oportunidade única. “Precisamos de uma resposta o mais cedo possível de como vai ser essa equipe para o ano de 2016, e nada melhor do que mostrar isso desde já na Florida Cup. Sem falar que vai fazer a felicidade de todos nós que vivemos aqui nos Estados Unidos e esperamos o ano todo para estar perto do nosso time aqui na Flórida”, completa.

Na próxima quarta-feira, o Corinthians encara o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, em Orlando. Antes de retornar ao Brasil, os comandados do técnico Tite disputam um amistoso com o Fort Lauderdale Strikers, dos Estados Unidos, no dia 23. E, se depender da Fiel USA, o Timão terá apoio total vindo das arquibancadas.

*Colaborou sob supervisão de Mayara Munhoz

Veja Mais:

  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Gaviões da Fiel se unirá as outras torcidas organizadas paulitas neste domingo

    Organizadas rivais de São Paulo se unem em evento no Pacaembu em homenagem à Chape

    ver detalhes
  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes