Fagner mantém humildade, mas diz que 'as coisas estão acontecendo'

Fagner mantém humildade, mas diz que 'as coisas estão acontecendo'

Por Meu Timão

Fagner vem se destacando com assistências e desarmes

Fagner vem se destacando com assistências e desarmes

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Um dos destaques do Corinthians neste início de temporada é o lateral-direito Fagner. O camisa 23 do Timão vive ótimo momento, arrancando suspiros da Fiel a cada carrinho, desarme ou cruzamento. Foi dos pés dele que saiu o lançamento para o gol de Felipe diante do Ituano, no último sábado. Três dias antes, ele deu outras duas assistências na goleada alvinegra por 3 a 0.

A fase é boa e isso é inegável. Fagner reconhece que "coisas estão acontecendo", mas prega pés no chão para seguir sempre em evolução. Quando voltou ao Timão, no início de 2014, ele chegou a ser contestado por parte da torcida e até mesmo, internamente, pelo então técnico Mano Menezes. Hoje já é cotado para a Seleção Brasileira.

"Fico feliz pelo momento que vivo hoje. Me sinto bem. As coisas estão acontecendo de uma maneira muito natural. Sou uma pessoa muito auto-crítica, você quando acha que está bom você acaba estacionando. Quero coisas novas, justamente pra que esteja em um nível bom", contou o lateral.

"Difícil, isso a gente deixa pra vocês da imprensa. Temos que manter os pés no chão, manter a humildade, não conquistamos nada. Temos uma campanha regular, mas tem que ser daí pra melhor. Temos que crescer individualmente pra que o Corinthians brigue por coisas grandes", completou.

E enquanto Fagner desponta, o Corinthians acompanha seu ritmo e também faz um grande início de temporada, tanto no Paulistão quanto na Libertadores. As comparações com a equipe hexacampeã brasileira do ano passado, portanto, acabam sendo inevitáveis. Para o lateral-direito, entretanto, ainda há muito a ser melhorado em 2016:

"É difícil a gente falar o quanto falta pra chegar, até porque são nomes diferentes. O Corinthians está se remontando... Acho que o mais importante é a maneira que os jogadores que chegaram e se adaptaram a essa filosofia. Ainda falta amadurecimento, falta muita precisão pra gente se consolidar mesmo. Tem muita coisa pra acontecer", declarou.

Veja Mais:

  • Torcida do Corinthians na capital paulista é do tamanho das três rivais juntas

    Nova pesquisa aponta tamanho da Fiel igual à soma das três torcidas rivais

    ver detalhes
  • Corinthians enfrenta o Brusque nesta quarta-feira, pela Copa do Brasil

    Corinthians inicia semana com decisão pela Copa do Brasil e outro clássico na Arena

    ver detalhes
  • Jadson deve fazer sua reestreia contra o Brusque, em Santa Catarina

    Reestreia de Jadson em Santa Catarina deve ser confirmada nesta segunda-feira

    ver detalhes
  • Cássio falou do bom momento do Corinthians neste início do ano

    Goleiro do Corinthians destaca dedicação, comprometimento e respeito ao comando

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes