Em véspera de clássico, técnico do Palmeiras enaltece Tite

Em véspera de clássico, técnico do Palmeiras enaltece Tite

Por Meu Timão

Tite foi elogiado por Cuca antes do clássico contra o Palmeiras

Tite foi elogiado por Cuca antes do clássico contra o Palmeiras

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Corinthians e Palmeiras se enfrentam neste domingo em jogo válido pela 14ª rodada do Campeonato Paulista. O jogo será o primeiro clássico de Cuca, que assumiu o time alviverde no meio de março. Na véspera do duelo, o treinador aproveitou para destacar a qualidade de Tite.

"O Tite é considerado o melhor técnico do Brasil e o time dele vem provando isso", afirmou Cuca, já falando sobre os preparativos para o jogo de domingo.

"De todas as formas, vamos tentar igualar em alguns sentidos e buscar a vitória. Jogamos na nossa casa e temos uma necessidade maior de vencer. É nítido e notório que não estamos no mesmo momento do Corinthians, mas podemos fazer um jogo igual e vencer", acrescentou.

O treinador palmeirense se refere ao jogo em casa pelo fato de o Palmeiras ser o mandante da partida. No entanto, o Estádio do Pacaembu, que antes da construção da Arena Corinthians era considerada a "casa" dos corinthianos, apresenta retrospecto favorável ao clube do Parque São Jorge. Jogando no estádio municipal, o Corinthians não sabe o que é perder desde 1995.

Nesta quinta-feira, Cuca venceu sua primeira partida em cinco jogos no comando do Palmeiras. Por conta do pouco tempo de trabalho do oponente, Tite evitou fazer análises, porém retribuiu os elogios em entrevista coletiva concedida após o treino desta sexta-feira.

"Eu já tenho um conceito formado sobre conceito de técnicos. Qualquer trabalho que seja menor de um ano eu tenho dificuldade de julgar. Porque ele não vai passar pelo momento bom, o ruim, a adversidade. Eu já estive para cair umas 20 vezes na minha atividade profissional. Eu, Adenor, tenho dificuldade de julgar um trabalho menor do que um ano", disse o treinador, evitando falar sobre o que conhece de Cuca antes do jogo.

"O futebol paulista tem que estar muito orgulhoso. Tem campeão da Libertadores 2012 (Tite-Corinthians), 2013 (Cuca-Atlético-MG) e 2014 (Bauza-San Lorenzo). Com características diferentes, mas qualidades comprovadas. Respeito ao trabalho dos três. Eu vou falar depois (sobre o que sabe do Cuca), na semana que vem", concluiu o comandante alvinegro.

Veja Mais:

  • Rodriguinho enfrenta o Patriotas na Colômbia; fora Gabriel, Carille promove quatro novidades

    Em treino na Colômbia, Carille define escalação do Corinthians para jogo da Sul-Americana

    ver detalhes
  • Cássio ergue taça de campeão paulista 2017; jogador está perto de atingir 300 jogos

    Perto dos 300 jogos, Cássio elege Corinthians de 2017 o melhor grupo do qual fez parte

    ver detalhes
  • Da arquibancada para o campo: estádio de adversário do Corinthians não tem alambrado; veja vídeo

    Da arquibancada para o campo: estádio de adversário do Corinthians não tem alambrado; veja vídeo

    ver detalhes
  • Romarinho foi protagonista da final da Libertadores há cinco anos

    Viraliza na web versão de gol do Romarinho narrado por Galvão Bueno; assista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes