Antes de ter decisão sobre doping, Yago tem apoio do Timão

Antes de ter decisão sobre doping, Yago tem apoio do Timão

Por Lucas Mariano

24 mil visualizações 57 comentários Comunicar erro

Resultado da contraprova de exame de doping sai nesta segunda-feira

Resultado da contraprova de exame de doping sai nesta segunda-feira

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Uma semana após ter sido surpreendido com a notícia de que havia sido pego em um teste antidoping, Yago está próximo de saber os próximos capítulos de sua situação. Nesta segunda-feira, sairá o resultado da contraprova. Caso volte a testar positivo, o zagueiro poderá ficar suspenso por um mês. Caso o teste dê negativo, ele está liberado para continuar jogando normalmente. Independente do resultado, o atleta tem o apoio do Corinthians assegurado.

Yago corre o risco de ter a sequência de jogos interrompidas por um erro que não é dele. Joaquim Grava, médico consultor do Timão e que dá nome ao centro de treinamento do clube, já disse publicamente que a responsabilidade pelo o uso da substância betametasona é sua, isentando o jogador.

Nesta sexta-feira, em entrevista coletiva, Bruno Henrique falou sobre a situação do companheiro, reconheceu que o caso pode prejudicar o jogador e reiterou o apoio que ele e todo grupo dará mesmo se zagueiro ficar suspenso.

“Todo mundos sabe da índole dele, é extremamente profissional. Sabemos que é uma coisa que deve ter deixado bastante chateado. É um cara novo, mais muito maduro, que sabe muito das coisas, o que é certo ou errado. Vemos que ele está tranquilo. O clube vai dar todo o apoio que precisar e a gente também. Mas ele vai passar por cima disso. Se ficar suspenso, vamos ajudar e, quando voltar, vai voltar ainda mais forte”, disse o volante.

Nesta quinta-feira, um dirigente do Nacional disse que Yago deveria ter ficado de fora do confronto da última quarta-feira devido ao caso de doping. Em resposta, o departamento do Corinthians garantiu que o atleta estava apto a jogar, já que suspensões não devem ser feitas antes do resultado da contraprova.

Após o jogo, o zagueiro comentou o caso e revelou que uma de suas principais preocupações eram as repercussões negativas que a situação poderia gerar, mesmo ele não sendo culpado.

Veja Mais:

  • Corinthians de Fagner não conseguiu estufar as redes do Barradão nesta quarta

    Corinthians aposta na defesa, sai ileso do Barradão e segue vivo na Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Ralf deixou campo aos prantos no Barradão

    Ralf sofre luxação no Corinthians, e cirurgia não está descartada

    ver detalhes
  • Jadson teve atuação aquém na estreia do Corinthians na Copa do Brasil

    Jadson, Clayson, Carille... Empate em Salvador rende notas vermelhas a corinthianos

    ver detalhes
  • Roger vai viajar a Belo Horizonte

    Treinador do Corinthians confirma Roger na viagem a Belo Horizonte, mas faz uma ressalva

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes