Pivô de polêmica da base, Alyson vai à Justiça pela liberação e contra assédio do Corinthians

Pivô de polêmica da base, Alyson vai à Justiça pela liberação e contra assédio do Corinthians

Por Meu Timão

Alyson Motta tem 16 anos e teria sido enganado pelo agente com quem trabalhava

Alyson Motta tem 16 anos e teria sido enganado pelo agente com quem trabalhava

Foto: Reprodução/Facebook

O "caso Alyson", que agita o noticiário do Corinthians há duas semanas, ganhou mais um capítulo nesta sexta-feira. Conforme publicado pelo portal Uol, o jovem de 16 anos entrou na Justiça acusando o clube de assédio moral por deixá-lo treinando separadamente após o vazamento do escândalo. O principal objetivo da ação é conseguir a liberação, haja visto que a diretoria, segundo o empresário Jaílton Lopes cobra R$ 9 milhões para quebrar o contrato.

"Nós entramos há alguns dias na Justiça pedindo a nulidade do contrato por alguns motivos, em especial assédio moral junto ao clube", disse a advogada Gislaine Nunes ao Uol. "Por conta da própria coisa de treinar separado, acompanhado do problema no contrato, configura assédio. Não é relativo às agressões que o pai sofreu do antigo empresário", completou, negando que a ação tenha relação com as ameaças de morte de Julio Polizeli, ex-agente do jovem.

De acordo com Jaílton, Alyson deixou de ir nos treinos no Parque São Jorge nos últimos dias por temer ameaças e até agressões de pessoas possivelmente envolvidas no caso de estelionato. "A gente não sabe o que pode haver no caminho", falou o atual agente do atleta.

Polizeli, em conluio com o ex-gerente da base alvinegra Fabio Barrozo e o conselheiro vitalício do clube Manoel Ramos Evangelista (Mané da Carne), teria vendido 20% dos direitos econômicos de Alyson de forma irregular ao empresário Helmut Niki Apaza. Este, por sua vez, afirma ter sido enganado e ameaça entrar na Justiça contra o Corinthians.

O Meu Timão, na última terça-feira, publicou uma reportagem mostrando que o caso Alyson é só a "ponta do iceberg" nos episódios de escândalo nas categorias de base do Corinthians.

Veja Mais:

  • Artilheiro do Brasileirão, Jô pode levar novo gancho do STJD

    Jô e Clayson, do Corinthians, voltam a ser julgados no STJD

    ver detalhes
  • Antonio Roque Citadini é candidato da oposição à presidência do Timão

    Em defesa à Arena, Citadini lembra crime fiscal de Andrés: 'Arrebentou com as finanças'

    ver detalhes
  • Pablo foi campeão paulista e brasileiro pelo Corinthians em 2017

    Corinthians volta a negociar com Pablo e pode contratá-lo para 2018, diz portal

    ver detalhes
  • Vasconcelos deve ter contrato estendido com o Timão até o fim de 2019

    Corinthians prepara extensão de contrato a artilheiro da Copinha

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes