Diretor alega questão 'cultural' e cita apoio a André em reunião com organizadas

3.9 mil visualizações 57 comentários

Por Lucas Mariano

Eduardo Ferreira avaliou como positiva a reunião entre torcedores e jogadores

Eduardo Ferreira avaliou como positiva a reunião entre torcedores e jogadores

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Eduardo Ferreira, diretor adjunto de futebol do Corinthians, comentou nesta segunda-feira a entrada de torcedores organizados no CT Joaquim Grava na última semana. Primeiro dirigente a se pronunciar sobre o assunto, Edu avaliou como positiva a reunião da torcida com os jogadores e ressaltou que ela não serviu como cobrança, mas, sim, como incentivo.

“Quero deixar bem claro que semana passada não houve invasão, nada turbulento. Pelo contrário”, comentou o dirigente, explicando o ocorrido. Mesmo assim, o treino desta segunda-feira contou com a presença da PM dentro e fora do CT.

“A reunião não aconteceu no estacionamento. Aconteceu dentro de uma sala. Tinha integrantes das torcidas. Por sinal, foi positiva. Vieram dar apoio ao grupo. Deram mensagem de apoio a atletas especificas e foi muito produtiva, não de cobrança. Tem pessoas que acham certo e errado. É da cultura do clube. Existe há 30 anos isso. Na minha opinião, acho mais válido do que vir na frente do CT, ficar gritando, invadir CT. Como sabíamos que seria incentivo, por todo o momento, não teve problema algum”, acrescentou, durante coletiva realizada para a apresentação de Camacho.

O encontro de torcedores da Gaviões da Fiel com alguns atletas aconteceu antes do treino da última quinta-feira. Os principais veículos da imprensa noticiaram que participaram da reunião o goleiro Cássio, os laterais Uendel e Fagner, o volante Elias e o meia Giovanni Augusto. Em coletiva nesta segunda, Edu ainda fez questão de garantir que André esteve presente e que o atacante recebeu o apoio da organizada.

“Esqueceram de citar o André. Recebeu um apoio muito bom dos torcedores. Já estive do outro lado. E posso voltar, não sou eterno aqui. Acho que a conversa pode ser muito produtiva”, explicou o dirigente, lembrando que fez parte da liderança da maior torcida organizada do Timão.

Por fim, Edu Ferreira reiterou que acredita que a conversa da forma que foi pode ser benéfica e fez questão de mandar um recado para o torcedor, pedindo confiança na recuperação da equipe, que não vence há cinco jogos.

“Aqui nós recebemos torcedores organizados, comum, Fiel torcedor, de tudo. Tanto aqui como na Arena. Hoje eu enxergo que a cobrança no CT, no Estádio, é contrária, independente do jogador, não é válido. E um bom papo, como ano passado já aconteceu, essa parte acho que á válida. É importante matar esse assunto de torcida, quero deixar bem claro para o torcedor que ele confie. Ontem começamos a mostrar o caminho e pode ter certeza que esse time vai pegar no breu”, concluiu.

No meio dia da entrada de torcedores no CT, Guilherme, que concedeu entrevista após o treino, disse que “estranhou” a situação. Sobre a declaração do meia, o dirigente disse que o jogador não sabia sobre o motivo da conversa. Na sexta, Tite também falou com os jornalistas e evitou comentar sobre o assunto.

Confira um trecho da entrevista de Edu Ferreira

Veja Mais:

  • Corinthians não pretende voltar aos treinos antes da pandemia ser controlada

    Corinthians publica carta aberta contra volta de alguns times aos treinos em meio a pandemia; leia

    ver detalhes
  • Equipe Sub-17 do Corinthians é uma das que estão paradas neste momento devido à pandemia

    Corinthians deve reduzir quadro de funcionários da base e do feminino se não houver torneios

    ver detalhes
  • Armador Gustavinho em foco durante vitória contra o Mogi das Cruzes, pelo NBB

    Meu Timão faz live com Gustavinho Lima, ex-camisa 10 do Corinthians, nesta terça; veja detalhes

    ver detalhes
  • Clube é formado por crianças até 11 anos e pretende transmitir o 'Espírito Corinthiano' aos atletas

    Inglês funda novo Corinthians após assistir a filme: 'Quero passar esse espírito'

    ver detalhes
  • Fábio Carille deixou o Corinthians em novembro do ano passado

    Carille valoriza aprendizado em outros clubes, mas planeja retorno ao Corinthians

    ver detalhes
  • Explicamos os próximos passos: Corinthians e a tentativa de chapéu de Carille por Jô

    VÍDEO: Explicamos os próximos passos: Corinthians e a tentativa de chapéu de Carille por Jô

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: