Corinthians tem pênalti claro não marcado na Arena contra a Ponte

Corinthians tem pênalti claro não marcado na Arena contra a Ponte

Por Meu Timão

Marquinhos é derrubado dentro da área

Marquinhos é derrubado dentro da área

Foto: Reprodução

Apesar de um primeiro tempo com bom futebol, o Corinthians foi prejudicado pela arbitragem nesta manhã de quinta-feira. Aos 38 minutos, o jogador Marquinhos Gabriel foi derrubado dentro da área e o árbitro Elmo Alves não marcou penalidade.

Na jogada, o meia do Timão passou com a bola entre dois defensores da Ponte Preta e foi derrubado, na sequência, por Kadu. O árbitro, que estava em cima do lance, optou por ignorar e não marcar o pênalti para o Corinthians.

A jogada revoltou os jogadores, a torcida e o técnico Tite. O comandante reclamou muito no banco de reservas. A Fiel não fez por menos e puxou o tradicional "ei, juiz, vai tomar..." nas arquibancadas. O lance aconteceu quando a partida já marcava 2 a 0 no placar para o Corinthians.

É válido destacar que pênaltis tem sido um problema para o Timão na temporada. Até o momento, a equipe teve 11 penalidades para cobrar e converteu apenas quatro. Marquinhos Gabriel, que sofreu a falta, é o atual cobrador oficial. No treinamento desta quarta-feira, véspera do jogo, a equipe treinou as cobranças no CT Joaquim Grava.

Confira o lance do pênalti não marcado em cima de Marquinhos

Veja Mais:

  • Bruno Paulo jogará no Santa Cruz até o final de 2017

    Com apenas um jogo pelo Corinthians, atacante é emprestado até o fim do ano

    ver detalhes
  • Rodriguinho marcou o gol da vitória do Corinthians contra o Atlético-GO

    Corinthians se impõe fora de casa, vence Atlético-GO e assume liderança do Brasileirão

    ver detalhes
  • Quase a totalidade dos 15 mil presentes no Serra Dourada era corintiana

    Torcida do Corinthians domina o estádio Serra Dourada; comentarista e dirigente goianos se revoltam

    ver detalhes
  • Clayson canta o hino do Corinthians na primeira concentração

    VÍDEO: Clayson canta o hino do Corinthians na primeira concentração

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes