Meia do Corinthians explica bate-boca com torcida em hotel antes de jogo

99 mil visualizações 141 comentários

Por Meu Timão

Guilherme foi um dos poucos corinthianos que jogou bem contra o Vitória

Guilherme foi um dos poucos corinthianos que jogou bem contra o Vitória

Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Os recentes acontecimentos envolvendo torcedores e o elenco do Corinthians seguem dando o que falar. Em entrevista concedida nesta sexta-feira no CT Joaquim Grava, o meia Guilherme voltou a falar sobre a reunião da torcida organizada com parte do elenco ocorrida no centro de treinamento na semana passada. Desta vez, contudo, foram revelados detalhes de um outro encontro entre atletas e uniformizados, este em Salvador, antes do jogo contra o Vitória, no último fim de semana.

"Eu já dei minha opinião. O presidente é quem manda, faz o que bem entende (...) O presidente que manda. Chefe é chefe, né? (...) Nem fui nessa reunião com os torcedores. Não concordo mesmo com violência, mas ouvi dizer que foi tranquilo. Válido", disse, se referindo ao apoio dado pelo presidente Roberto de Andrade à reunião dos torcedores com os jogadores no CT.

"Em Salvador foi mais complicado, outra questão. Foi bravo. Houve bate-boca, mas não passou disso", completou, tocando num assunto até então mantido em sigilo pelo clube.

Ainda no domingo, alguns veículos de imprensa baianos noticiaram uma suposta invasão por parte de torcedores do Corinthians no sábado, no Hotel Mercure Pituba, onde a delegação alvinegra estava hospedada. Não houve divulgação de maiores detalhes. Na ocasião, o Meu Timão entrou em contato com o assessor de imprensa do clube presente na viagem, mas a reportagem não obteve resposta.

Uma reportagem do portal Uol, publicada na última quarta-feira, apontou que foram cinco membros da Gaviões da Fiel os torcedores que discutiram com a delegação corinthiana. Eles teriam tido acesso fácil ao saguão do hotel e, consequentemente, aos jogadores. Estes, por sua vez, se assustaram com a falta de seguranças. Parte do elenco questionou internamente se haveria intenção do clube de pressionar a equipe, que não vencia havia mais de um mês.

Na última quinta-feira, após a vitória do Corinthians por 3 a 0 sobre a Ponte Preta, na Arena Corinthians, e o fim do jejum de cinco jogos sem vitória, o presidente Roberto de Andrade soltou o verbo. O mandatário revelou ter sido o responsável por convocar torcedores para a reunião com jogadores no CT na quinta-fera da semana passada e ainda disse não se importar com a opinião da comissão técnica no que diz respeito ao acesso da torcida ao local.

Uma coisa é certa: ficou clara, após os acontecimentos dos últimos dias, a forte divergência entre diretoria e comissão técnica no que diz respeito à forma de lidar com o elenco em momentos de maus resultados dentro de campo.

O Corinthians volta a campo no próximo domingo, contra o Sport, na Ilha do Retiro, a partir das 11h, em duelo válido pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. A delegação alvinegra viaja para Recife na noite desta sexta. Tite comanda treino na manhã de sábado no centro de treinamento do Náutico.

Veja Mais:

  • Corinthians volta a campo nesta terça-feira; duelo tem transmissão única

    Duelo entre Corinthians e Ferroviária tem transmissão exclusiva da TV fechada; veja como acompanhar

    ver detalhes
  • Luan disputou seis jogos pelo Corinthians em 2021

    Luan desabafa sobre falta de oportunidades com Mancini no Corinthians: 'Sou o único sem sequência'

    ver detalhes
  • Ramiro é um dos únicos titulares do duelo com o Guarani relacionado para enfrentar a Ferroviária

    Com mudanças, Corinthians visita Ferroviária para manter invencibilidade na temporada; saiba tudo

    ver detalhes
  • Cazares foi negociado com o Fluminense; Veja quem pode ganhar espaço no Corinthians após sua saída

    Veja quem pode ganhar mais espaço no Corinthians com a saída de Cazares

    ver detalhes
  • Jô comemora gol do Corinthians no PES 2021

    Meu Timão transmite clássico do Corinthians no futebol virtual ao vivo na Twitch; veja como assistir

    ver detalhes
  • Léo Santos não joga pelo Corinthians desde janeiro de 2019

    Léo Santos pode voltar a jogar pelo Corinthians após mais de dois anos; zagueiro teve sérias lesões

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x