Barcelona acerta salários com Marquinhos, mas PSG não libera

Barcelona acerta salários com Marquinhos, mas PSG não libera

Por Meu Timão

Cria do Corinthians, Marquinhos está próximo de ser anunciado pelo Barcelona

Cria do Corinthians, Marquinhos está próximo de ser anunciado pelo Barcelona

Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Revelado pelo Corinthians, o zagueiro Marquinhos é protagonista de uma verdadeira disputa neste fim de temporada europeia. O defensor do Paris Saint-Germain (FRA) e da Seleção Brasileira tem salário acertado para defender as cores do Barcelona (ESP) pelos próximos cinco anos, mas não deve ter a transferência facilitada. A informação é do jornal espanhol Sport.

Segundo a publicação, dirigentes do clube espanhol já se reuniram com o empresário do jogador, Giuliano Bertolucci, para acertar os detalhes da negociação. Especula-se que o time catalão esteja disposto a desembolsar 40 milhões de euros (R$ 160 milhões) pela cria das categorias de base do Parque São Jorge.

Entretanto, apesar das altas cifras, o PSG não pretende liberar Marquinhos num futuro próximo. De acordo com o diário esportivo, o beque brasileiro é um dos atletas da equipe parisiense que o presidente Nasser Al-Khelaifi possui maior apreço. Como o mandatário não tem a intenção de perdê-lo, o staff de Marquinhos, bem como a direção do Barcelona, terá de convencê-lo a dar aval às tratativas.

Marquinhos iniciou sua carreira no terrão do Corinthians e passou a integrar o elenco profissional no fim de 2011. No início da temporada seguinte, retornou à categoria Sub-20 e conquistou a Copa São Paulo de Futebol Júnior. De volta ao time principal, herdou a camisa 10 do atacante Adriano e participou do grupo campeão da Taça Libertadores.

Mesmo com o futebol promissor, o zagueiro recebeu poucas oportunidades sob o comando de Tite e acabou emprestado a Roma, da Itália, por 1,5 milhão de euros. Em pouco tempo, se adaptou ao time italiano e atravessou ascensão meteórica, sendo contratado em definitivo por apenas 3 milhões de euros.

Em julho de 2013, o brasileiro foi contratado pelo PSG por 35 milhões de euros (R$ 101,5 milhões na cotação da época), valor que fez do corinthiano o defensor mais caro da história aos 19 anos. Nome constante nas convocações do técnico Dunga, esteve em campo pela Seleção no empate sem gols com o Equador, na noite de sábado, pela estreia da Copa América do Centenário.

Caso a venda de Marquinhos seja concretizada pelo valor indicado, o Corinthians receberá em torno de R$ 4 milhões, já que detém 2,5% do montante em função do mecanismo de solidariedade da Fifa – a entidade obriga o pagamento de 0,25% da transferência por cada temporada do atleta dos 12 a 15 anos e 0,5% a partir dos 16. Além disso, o Timão ainda possui 5% dos direitos econômicos do beque.

Veja Mais:

  • Índio deu a vitória ao Corinthians/UNIP

    Com gol no fim, Corinthians vira para cima do Sorocaba e se aproxima do título nacional

    ver detalhes
  • Oswaldo comandou atividades desta segunda-feira

    Oswaldo esboça Corinthians para duelo com Cruzeiro; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Oya é um dos destaques do Timão na disputa no Sul do Brasil

    Timão joga bem, mas não impede segunda derrota na Copa Internacional Sub-20

    ver detalhes
  • Dispensado do Corinthians, Willians se pronuncia em rede social

    Dispensado do Corinthians, Willians se pronuncia em rede social

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes