Andrés insinua que procurador da Lava Jato mentiu, mas evita pôr mãos no fogo por André Negão

Andrés insinua que procurador da Lava Jato mentiu, mas evita pôr mãos no fogo por André Negão

Por Meu Timão

Andrés Sanchez foi homem-forte por trás da construção da Arena Corinthians

Andrés Sanchez foi homem-forte por trás da construção da Arena Corinthians

Foto: Meu Timão

As investigações da Lava Jato que apontaram a Arena Corinthians como palco de irregularidades foram questionadas por Andrés Sanchez, coordenador do estádio. Em entrevista concedida ao jornal Lance! e publicada nesta quarta-feira, o ex-presidente do Corinthians fez acusações e insinuações a respeito da veracidade da operação comandada pela Polícia Federal.

No dia 22 de março deste ano, o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, citou obras da Arena Corinthians como indícios de pagamento de propina por parte da Odebrecht. Andrés Sanchez, por sua vez, o acusou de mentiroso.

Ao ouvir da reportagem que "recentemente a Arena foi citada na operação Lava Jato", Andrés interrompeu e afirmou: "Não foi, mentira".

O Lance! retruca dizendo que foi o procurador quem falou. E então o cartola argumenta: "E ele não mente?".

Fato é que a Polícia Federal levou coercitivamente, na época, André Luiz Oliveira, o André Negão, vice-presidente do clube, para prestar depoimento por conta das suspeitas de recebimento de R$ 500 mil da Odebrecht. O dirigente do Corinthians chegou a ser preso na operação por porte ilegal de armas, mas pagou fiança e foi liberado.

Ao ser questionado sobre o tema quase três meses depois, Andrés Sanchez evitou colocar a mão no fogo pelo companheiro de chapa e chefe de seu gabinete como deputado federal.

"O tempo vai dizer. Falei com ele, ele me disse algumas coisas, vamos ver. Garanto que com a Arena não tem nada a ver. Nada. Ele não era diretor, não ficava na Arena, não vinha na Arena... Até eu to tentando entender. E se tiver propina, vai ser devolvido ao Corinthians, o clube é vítima", explicou.

Veja Mais:

  • Jadson coloca Corinthians como prioridade após retorno ao Brasil

    [Marco Bello] Jadson coloca Corinthians como prioridade após retorno ao Brasil

    ver detalhes
  • Rodriguinho e Fagner podem se juntar a Uendel, que deixou o Parque São Jorge recentemente

    De novo!? Diretoria do Corinthians teme perder Fagner e Rodriguinho nesta janela

    ver detalhes
  • Tite voltará à Arena Corinthians - desta vez, pela Seleção Brasileira

    CBF confirma Arena Corinthians como palco de jogo da Seleção de Tite em 2017

    ver detalhes
  • Corinthians chega ao máximo por valores de Drogba, que tem prazo para definição; veja detalhes sobre o caso

    [Teleco] Corinthians chega ao máximo por valores de Drogba, que tem prazo para definição; veja detalhes sobre o caso

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes