Cássio minimiza estreia de atacante no Internacional contra Timão

Cássio minimiza estreia de atacante no Internacional contra Timão

Por Meu Timão

Cássio, durante a partida de ida das oitavas de final da Libertadores contra o Nacional

Cássio, durante a partida de ida das oitavas de final da Libertadores contra o Nacional

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians reencontrará seu algoz da última Copa Libertadores no duelo do próximo domingo. O atacante Nico López, que defendeu o Nacional, do Uruguai, ao longo da edição 2016 do torneio continental, foi apresentado oficialmente pelo Internacional nesta semana. Nada que “tire o sono” do goleiro Cássio, do Timão.

Em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, no CT Joaquim Grava, o arqueiro alvinegro foi questionado a respeito do ex-atleta do Nacional, que marcou um gol no empate por 2 a 2 que culminou na eliminação do Corinthians nas oitavas de final da Libertadores.

“Um jogador chato, ele se movimenta bastante, tem boa colocação. É um atacante como todo outro jogador, nossa defesa tem que marcá-lo”, afirmou Cássio, que analisou as características do atacante recém-chegado ao clube gaúcho, já regularizado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

“Ele se movimenta, briga, não desiste, então temos que ter atenção. Não tem nada de anormal, sem faltar com respeito com ele. Temos que estar atentos e não dar espaço a ele”, minimizou.

Nico López tem 22 anos e pertencia à Udinese, da Itália. Pelo Nacional, o jogador uruguaio disputou 21 jogos e marcou onze gols, ganhando destaque no cenário sul-americano e despertando o interesse de clubes brasileiro, inclusive o Timão, que chegou a observar o atacante.

Corinthians e Internacional se enfrentam neste domingo, às 16h (de Brasília), no estádio Beira-Rio, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na vice-liderança da Série A, a equipe alvinegra enxerga no embate a possibilidade de alcançar a primeira colocação, hoje do Palmeiras. Do outro lado, os donos da casa necessitam da vitória para pôr fim à série de oito partidas sem triunfos – são seis derrotas e dois empates.

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes