Romero vê vaias como normal, faz mea-culpa e admite atuação abaixo contra Cruzeiro

Romero vê vaias como normal, faz mea-culpa e admite atuação abaixo contra Cruzeiro

Romero confessou que teve desempenho ruim diante do Cruzeiro

Romero confessou que teve desempenho ruim diante do Cruzeiro

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O atacante Ángel Romero tem a consciência de que precisa melhorar. Mais do que isso, o jogador, artilheiro do Corinthians na temporada com 13 gols, considera justas as vaias direcionadas à equipe pelo empate em 1 a 1 com o Cruzeiro, na noite de segunda-feira, no estádio do Pacaembu. Em entrevista coletiva, o camisa 11 fez uma autocrítica.

“Vaiou porque saí, porque não estava bem no jogo. Não estava fazendo bem meu trabalho, infelizmente não tive um jogo muito bom. Mas fico feliz por ter a oportunidade de jogar, tenho que aproveitar essa oportunidade porque a pedi. Infelizmente não está chegando meu gol. A gente está brigando, está lutando, o Marlone entrou muito bem, a torcida está com ele”, disse Romero.

“Acho que tem que estar com todo mundo também, todo mundo quer que o Corinthians brigue lá em cima e dispute até o último Brasileiro”, acrescentou o atacante.

Além das sonoras vaias entoadas, parte dos 33 mil presentes no Pacaembu reprovou a atitude do técnico Cristóvão Borges ao sacar Romero para a entrada de Marlone no segundo tempo. O comandante alvinegro, inclusive, ouviu gritos de “burro” oriundos das arquibancadas. Para o jogador paraguaio, porém, os ocorridos estão dentro da normalidade.

“Falando por mim, não incomoda. É normal que a torcida fique vaiando, alguma coisa assim, é normal. A gente tem que estar concentrado no nosso jogo, no campeonato, essas coisas vão acontecer. É normal, o Corinthians é um time muito grande, quase 40 milhões de torcedores, é normal que vaiem”.

“Então a gente tem que trabalhar só pensando em nós, tratando de fazer sempre nosso jogo. Infelizmente a gente perdeu dois pontos que iam ser muito importantes, porque a gente tem que ganhar jogando em casa. Mas foi um empate, somamos um ponto, é positivo também. É normal porque o Corinthians é um time muito grande”, finalizou.

Atual terceiro colocado do Brasileirão, o Corinthians treinou na manhã desta quarta-feira em preparação para a partida diante do Grêmio, no próximo domingo, às 11h (de Brasília), em Porto Alegre.

Veja Mais:

  • Pablo foi campeão paulista e brasileiro pelo Corinthians em 2017

    Corinthians volta a negociar com Pablo e pode contratá-lo para 2018, diz portal

    ver detalhes
  • Kazim não deve permanecer no Corinthians em 2018

    Corinthians quer definir destino de Kazim nos próximos dias; chegada de Dutra deve atrapalhar turco

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos pode ser emprestado para outro clube em 2018

    Com chegada de reforço, Corinthians estuda empréstimo de Fellipe Bastos

    ver detalhes
  • Minds Idiomas segue na manga da camisa corinthiana em 2018

    Com até bolsa de estudos a jogadores, Corinthians renova com patrocinador para manga da camisa

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes