Grêmio e Corinthians tem ingressos praticamente esgotados em Porto Alegre

Grêmio e Corinthians tem ingressos praticamente esgotados em Porto Alegre

Por Meu Timão

34 mil ingressos já foram vendidos para a partida contra o Grêmio deste domingo

34 mil ingressos já foram vendidos para a partida contra o Grêmio deste domingo

Foto: Divulgação

Para o duelo de domingo, às 11h, entre Corinthians e Grêmio pelo returno do Brasileiro, restam poucos ingressos. A partida que será disputada na Arena Grêmio, já conta com 34 mil ingressos vendidos até a manhã desta quinta-feira.

Com capacidade para mais de 45 mil pessoas, a expectativa de público na Arena de Porto Alegre para o confronto é bem grande pelo grande número de bilhetes comercializados até agora.

Segundo informações da assessoria de imprensa do estádio, ainda restam poucas entradas para as cadeiras Gold, que tem o valor entre R$120 a R$150 reais.

Para a partida contra o Timão, os camarotes não-exclusivos, ainda disponíveis, estão com seus ingressos em promoção. O torcedor comum que se interessar em assistir ao jogo do local, vai desembolsar R$205 reais. Já para menores acompanhados, o valor será de R$ 20 reais.

A dois pontos da ponta da tabela, o Corinthians está briga pelas primeiras posições do Campeonato Brasileiro. O clube enfrenta fora de casa o time do Sul,com a sexta melhor campanha do campeonato, vindo de um empate com o Cruzeiro, no Pacaembu.

Veja Mais:

  • Centroavante Jô, 'Rei dos Clássicos', voltou a deixar o dele neste domingo

    Corinthians despacha São Paulo e vai à final do Paulistão contra Ponte Preta

    ver detalhes
  • Rodriguinho completou 100 partidas pelo Corinthians diante do São Paulo

    Rodriguinho responde se Corinthians é favorito ao título diante da Ponte

    ver detalhes
  • Mosaico da torcida antes do Majestoso

    Imagem! Mosaico no setor Leste da Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Uniformes que serão usados na temporada 2017

    Em dia de São Jorge, Corinthians anuncia novos uniformes oficiais

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes