Corinthians de Cristóvão Borges se iguala ao de Adilson Batista

3.6 mil visualizações 66 comentários

Por Meu Timão

Cristóvão Borges convive com críticas da torcida e tem permanência incerta no Timão

Cristóvão Borges convive com críticas da torcida e tem permanência incerta no Timão

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Há menos de três meses no comando técnico do Corinthians, Cristóvão Borges tem um desafio e tanto pela frente: dar fim à oscilação da equipe e seguir no cargo ao menos até o fim da temporada. A tarefa, no entanto, parece estar longe de ser concluída. Em 17 jogos pelo clube, o treinador igualou a campanha feita pelo Timão dirigido por Adilson Batista, que não deixou saudades à Fiel.

Desde que Tite deixou a Seleção Brasileira e Cristóvão Borges foi anunciado como novo treinador, o atual campeão brasileiro disputou 17 partidas, incluindo o empate por 1 a 1 com o Coritiba, na noite de quarta-feira, no Couto Pereira. Foram sete vitórias, cinco empates e cinco derrotas (aproveitamento de 50,9%) com o baiano à frente do time alvinegro.

Já Adilson treinou o Corinthians em 2010, após a saída de Mano Menezes para a Seleção. Sua passagem pela agremiação paulista, porém, foi curta: em 17 compromissos, conquistou apenas sete triunfos. Assim que somou cinco duelos sem vencer, entregou o cargo à diretoria e teve o pedido atendido prontamente.

O resultado mais expressivo de Adilson foi a goleada por 5 a 1 sobre o Goiás, no Pacaembu, pelo primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Além do Corinthians, ele acumula passagens por Santos, Atlético-PR, São Paulo, Atlético-GO, Figueirense, Vasco, Cruzeiro, Joinville, entre outros.

Apesar dos números remarem contra a maré de Cristóvão, a diretoria do Corinthians garante confiar na filosofia do professor, que tenta, enfim, embalar um trabalho a longo prazo na carreira – no Flamengo e no Atlético-PR, por exemplo, suas últimas equipes, acabou demitido após período semelhante ao que tem no Parque São Jorge.

“Primeiro, temos que entender, são dois pontos. Cristóvão está há três meses, veio após o melhor treinador que temos nos últimos anos, o Tite, todo mundo vai querer comparar a pessoa e a marca história que teve aqui. Vem fazendo bom trabalho, tem trabalho bom extracampo, e vemos que o time vem rendendo. As vitórias batem na trave, mas tem bom compromisso em campo. Confiamos nele”, garantiu o diretor adjunto de futebol do Timão, Eduardo Ferreira, em coletiva de imprensa.

Adilson Batista durante treino do Corinthians, no CT Joaquim Grava, em 2010

Adilson Batista durante treino do Corinthians, no CT Joaquim Grava, em 2010

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Corinthians com Adilson Batista

Partidas: 17
Aproveitamento: 49.02%
Vitórias: 7
Empates: 4
Derrotas: 6
Gols marcados: 32 (média de 1.88)
Gols sofridos: 24 (média de 1.41)

Corinthians com Cristóvão Borges

Partidas: 17
Aproveitamento: 50.98%
Vitórias: 7
Empates: 5
Derrotas: 5
Gols marcados: 23 (média de 1.35)
Gols sofridos: 18 (média de 1.06)

Veja Mais:

  • Zoom Fuller retorna ao Corinthians Basquete após três meses de sua saída

    Corinthians anuncia retorno de Zoom Fuller para o time de basquete

    ver detalhes
  • Presidente do Corinthians, Duilio Monteiro, falou sobre os reforços de peso

    Duilio revela o percentual do Corinthians nos direitos de 'quarteto mágico'

    ver detalhes
  • Gabi Zanotti marcou o gol da vitória do Corinthians contra a Ferrroviária

    Corinthians vence Ferroviária e larga na frente por uma vaga na final do Paulistão Feminino

    ver detalhes
  • Fábio Santos vai ultrapassar o treinador que viu jogar e fazer história na sua atual função

    Sylvinho e Fábio Santos falam ao Meu Timão sobre relação e trajetórias no Corinthians

    ver detalhes
  • Em 2013, Sylvinho trabalhou como assistente de Tite no Corinthians

    Sylvinho fala sobre gratidão a Tite e enaltece conquistas do ex-treinador do Corinthians

    ver detalhes
  • Permanência de Sylvinho foi bancada pelo presidente Duilio Monteiro Alves; treinador chegou em maio e tem 48,81% de aproveitamento

    Duilio valoriza trabalho de Sylvinho e garante treinador no comando do Corinthians até 2022

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x