Arena Corinthians confirma tentativa de NR, mas expõe falta de garantias de novo patrocinador

100 mil visualizações 156 comentários

Por Meu Timão

Arena Corinthians tem negociação dos NR atrasada há mais de três anos

Arena Corinthians tem negociação dos NR atrasada há mais de três anos

Facebook/Arena Corinthians

A declaração de Michael Gruen, CEO da Apollo Sports sobre a falta de profissionalismo dos cartolas brasileiros continua a gerar polêmica nos bastidores do Corinthians. Em nota oficial, divulgada no início da tarde desta quinta-feira, a Arena Corinthians se pronunciou novamente sobre o assunto e chegou a admitir que houve conversa com o novo patrocinador do Timão pelos naming rights do estádio.

Com uma gestão independente do departamento de marketing do Corinthians - que tem negócios com a Apollo Sports Capital - a Arena Corinthians tem autonomia para se manifestar de forma independente e deixou claro o descontentamento.

Embora o texto negue o desconforto, a administração da Arena Corinthians fez questão de reforçar a crítica à empresa de Gruen na segunda publicação oficial que fez sobre o assunto. Na nota, alegou que a negociação não teve progresso, pois não foram apresentados documentos que comprovassem a posse das propriedades da Apollo Sports Capital, que seriam utilizadas como garantia no negócio.

A nota também sugeriu que não há conflito entre as partes, colocando em cheque matéria apurada pelo Meu Timão quando o caso veio à tona, na semana passada. Na tentativa de descreditar a matéria, também tratou como "suposta declaração" a entrevista dada por Gruen ao jornal Valor Ecônomico - a mesma que provocou a primeira nota oficial divulgada pela própria gestão da Arena em seu site.

Na ocasião, Gruen criticou a maneira pela qual o futebol é gerido no país e apontou esta como a maior razão da dificuldade para se fechar negócios como o acordo pelos naming rights da Arena Corinthians, atrasado há mais de três anos. O empresário, contudo, não fez referência direta ao clube.

Leia na íntegra divulgado pelo site oficial da Arena

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Em relação a algumas matérias jornalísticas que têm notificado possível troca de “farpas” ou mal-estar da Arena Corinthians perante a Apollo Sports Capital S.A., por suposta declaração do presidente desta companhia tratando a gestão desportiva como “amadora”, a Arena Corinthians esclarece a inexistência de atrito de cunho pessoal ou qualquer tipo de disputa vinculada ao “ego” de sua parte.

A bem da verdade, considerando toda a documentação apresentada e as análises técnicas e profissionais feitas, a gestão da Arena Corinthians concluiu que a Apollo Sports Capital S.A., a Apollo Sports Solutions S.A. e o Fundo San Francisco não comprovaram claramente a propriedade dos imóveis que integralizavam o seu Capital Social, não oferecendo, assim, as garantias mínimas e a devida transparência para a continuidade das negociações dos Naming Rights e outras avenças.

O comprometimento da Arena Corinthians é para a proteção deste patrimônio e de sua marca, inclusive em respeito ao torcedor corintiano que hoje pode chamá-la de sua Casa.

Veja Mais:

  • Pressão sobre Sylvinho cresceu depois da derrota do Corinthians para o São Paulo, na última segunda-feira

    Duilio banca permanência de Sylvinho mesmo em caso de derrota do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians caiu para a sétima posição na tabela, mas terá confronto direto na próxima rodada

    Corinthians perde uma posição no Brasileirão após empate do Internacional; veja classificação

    ver detalhes
  • Camisa 11 do Corinthians esteve presente em todo o treinamento desta quinta-feira

    Corinthians tem volta de Renato Augusto e Giuliano em treino; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Corinthians bateu a Ferroviária por 1 a 0 no jogo de ida da semifinal do Paulistão Feminino

    Corinthians explica motivo de mandar semifinal do Paulistão Feminino na Arena Barueri; veja nota

    ver detalhes
  • Corinthians TV não pode ser palco de ofensas a Sylvinho e Cássio

    [Andrew Sousa] Corinthians TV não pode ser palco de ofensas a Sylvinho e Cássio

    ver detalhes
  • Prefeitura de São Paulo cobra mais de R$ 15 milhões de IPTU do Corinthians referente aos anos de 2016 e 2017

    Corinthians tem pedido contra cobrança de R$15,4 milhões de IPTU negado pela Justiça

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x