Ex-volante do Juventus relembra choque com Viola: 'Não dormi'

Ex-volante do Juventus relembra choque com Viola: 'Não dormi'

Por Meu Timão

Luizão comanda categoria sub-17 da Seleção Feminina

Luizão comanda categoria sub-17 da Seleção Feminina

Foto: Rafael Ribeiro/CBF

O ano de 1995 ficou marcado na carreira de Luiz Antônio Ribeiro, o Luizão, ex-volante do Juventus e atual técnico da Seleção Brasileira Feminina sub-17. O motivo? Jogos históricos contra o Corinthians, além de um choque violento com Viola, então atacante da equipe do Parque São Jorge. Cerca de 20 anos depois, o ex-jogador do time da Javari recorda o dia em que “botou pra dormir” um dos ídolos da Fiel.

“Foi um lance involuntário, uma bola que veio do lado esquerdo do ataque do Corinthians. O Viola já estava se preparando pra dominar a bola dentro da área e eu estava atrás dele para fazer a cobertura, e tinha um outro jogador atrás de mim, acho que era o Tupãzinho... Foi um lance em que eu subi de cabeça e acabei tendo a pancada com o Viola, mas foi involuntário, não foi um lance para que, de repente, eu fosse machucar o Viola, porque eu nunca tive dentro da minha carreira essa índole de machucar um companheiro de trabalho”, contou Luizão em entrevista ao UOL Esporte.

O episódio a que Luizão se refere ocorreu na vitória do Juventus sobre o Corinthians por 1 a 0, válida pela primeira fase do Campeonato Paulista de 1995. Após cruzamento da esquerda, o ombro do meio-campista acertou a nuca do atacante alvinegro, que desmaiou e ficou caído no gramado durante alguns minutos. Sincero, Luizão diz que não teve a intenção de machucar o companheiro de profissão.

“O Viola não esperava o choque porque ele estava só olhando a bola, e eu estava atrás dele. Nem foi mais a minha cabeça, foi mais o meu ombro, e eu acabei batendo na nuca dele e ele bateu com a parte frontal no chão, no gramado. Foi onde ele acabou tendo o problema grave no momento. A jogada deu continuidade e o médico Joaquim Grava percebeu a gravidade da situação e entrou em campo, com a bola em jogo mesmo, para atender o Viola”, recordou o ex-volante, que passou a noite em claro por conta da jogada.

“Ah, eu fiquei preocupado, sim. Depois continuamos o jogo, o Viola saiu e só depois eu fui saber o que tinha acontecido. No dia seguinte eu mesmo liguei para ele, porque a gente é amigo, até hoje a gente tem amizade, jogamos juntos como veteranos, e eu fiquei preocupado na época e liguei e conversei com ele no dia seguinte, e ele já estava melhor. Fiquei sabendo que ele ficou desacordado por alguns minutos e por isso o meu sofrimento foi maior ainda, porque, pô, você vê um companheiro de profissão ter esse problema... Isso me deixou muito chateado. Naquela madrugada eu praticamente não dormi, e no dia seguinte eu fui ver no noticiário como ele estava. Depois eu liguei para ele, e ele mesmo disse que foi um lance casual, uma situação que ele não esperava também, que não houve maldade”, explicou.

Timão e Juventus, porém, voltariam a se enfrentar pouco tempo depois, no segundo turno do Paulistão. E Luizão, que havia sido protagonista de maneira negativa no primeiro duelo, tratou de ajudar o Moleque Travesso ao marcar o gol do empate por 1 a 1 em pleno Pacaembu. Tento esse, aliás, que ele jamais se esquece.

“É um fato que é marcante na minha carreira, naquele ano principalmente, devido a essa situação do acidente com o Viola, um jogo contra o Corinthians, repercussão muito grande, e depois, no returno, enfrentar novamente o Corinthians e ter dado a volta por cima, ter feito o gol de empate contra o Corinthians que me ajudou muito...”, finalizou.

Veja Mais:

  • Jadson vestiu a camisa 10 do Corinthians durante o hexa brasileiro

    Com proposta do Corinthians em mãos, Jadson anuncia retorno ao Brasil

    ver detalhes
  • Torcida do Internacional parece não aguentar mais enfrentar o Corinthians

    Torcedores do Internacional 'choram' nas redes sociais e admitem freguesia contra Corinthians

    ver detalhes
  • Representante do Timão por Drogba volta ao Brasil e se encontra com Roberto de Andrade

    Representante do Timão por Drogba volta ao Brasil e se encontra com Roberto de Andrade

    ver detalhes
  • Pedrinho e Carlinhos marcaram na partida contra o Internacional

    Corinthians supera Internacional e conquista vaga para as quartas de final da Copinha

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes