Basílio participa do Fala Fiel e manda recado para torcida do Timão

Basílio participa do Fala Fiel e manda recado para torcida do Timão

Por Meu Timão

Basílio foi o autor do gol que rendeu o título do Campeonato Paulista em 1977

Basílio foi o autor do gol que rendeu o título do Campeonato Paulista em 1977

Foto: Reprodução/Facebook

Em meio ao aniversário de 39 anos do histórico título do Campeonato Paulista de 1977, Basílio, responsável pelo gol que deu a conquista ao Timão, relembrou alguns fatos importantes a respeito do estadual. Em entrevista concedida ao Corinthians, o ídolo respondeu perguntas no Fala Fiel – quadro destinado à interação com torcedores -, além de também celebrar mais uma data marcante pelo clube.

“Não tem como não recordar. Este título foi um dos títulos mais marcantes da história do Corinthians. É gratificante, eu estou aqui representando a todos que estiveram comigo nessa conquista. Eu represento, os que já não estão mais presentes, como o Osvaldo Brandão, o Vicente Matheus. Mas, de qualquer forma, é uma lembrança muito positiva”, declarou.

Questionado sobre os bastidores da partida, Basílio citou lembranças do embate histórico, relembrando o comportamento dos jogadores durante a concentração, até o momento do apito final, que tirou o Corinthians de um jejum de quase 23 anos sem títulos.

“Eu lembro da concentração antes do jogo que a equipe tinha, alguns jogadores estavam batucando no fundo do ônibus, outros conversando, outros praticamente concentrados no que tinha que fazer. A lembrança maior foi dentro do ônibus, com a gente vendo os torcedores passando do nosso lado, nos dando o apoio, é uma lembrança que não se apaga jamais. A cada dia 13 eu lembro de tudo o que aconteceu naquele dia”, acrescentou.

Sobre a dificuldade das partidas, tendo em vista que o Timão venceu pelo placar mínimo no primeiro duelo, foi superado por 2 a 0 no segundo jogo e venceu novamente por 1 a 0 no terceiro e decisivo confronto, Basílio analisou os obstáculos superados pela equipe até o título.

“Todos eles foram difíceis, mas eu acredito que o segundo jogo foi muito marcante quanto à preparação. Nós vimos no número de torcedores que compareceram e presenciamos um acidente muito feio antes da partida, isso veio a nos preocupar, é uma coisa que não apaga. No terceiro, que nós fizemos 1 a 0, ele chega a ser preocupante porque já tínhamos levado 2 a 0 antes. O time da Ponte Preta era superior ao nosso, mas surpreendemos no sentido de marcação e isso fez com que a equipe deles não andasse em campo e o Corinthians criasse oportunidades”, finalizou.

Veja Mais:

  • Pedrinho, à direita, está na mira de Barcelona, Atlético de Madrid e Chelsea

    Trio europeu monitora Pedrinho; agente aposta em multa de R$ 68 mi para mantê-lo no Corinthians

    ver detalhes
  • Del'Amore é um dos destaques do Corinthians na Copinha-2017

    Zagueiro do Corinthians com ascendência italiana é sondado pela Lazio

    ver detalhes
  • Caixa pode seguir no uniforme do Corinthians para 2018

    Corinthians inicia conversas com Caixa por renovação do patrocínio master

    ver detalhes
  • Walter, em fase final de recuperação. Cássio iniciou a temporada como titular

    Walter recebe visita de médico para voltar a treinar com bola no CT do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes