Eduardo Ferreira deixa diretoria do Corinthians

Eduardo Ferreira deixa diretoria do Corinthians

Por Meu Timão

140 mil visualizações 489 comentários Comunicar erro

Eduardo Ferreira vinha sendo pressionado pela torcida

Eduardo Ferreira vinha sendo pressionado pela torcida

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Eduardo Ferreira não é mais dirigente do Corinthians. Diretor-adjunto de futebol do clube desde fevereiro de 2015, ele deixou o cargo nesta sexta-feira. A informação foi confirmada pelo Meu Timão.

A saída de Eduardo Ferreira está ligada ao acerto feito por Roberto de Andrade com o técnico Oswaldo de Oliveira, conforme antecipado pelo Meu Timão. O então diretor-adjunto e braço direito do mandatário era contrário à contratação do treinador, mas foi ignorado pelo presidente alvinegro.

Eduardo Ferreira ainda não se pronunciou publicamente sobre o assunto. A tendência é o dirigente conceder uma entrevista no CT Joaquim Grava nesta sexta-feira à tarde para oficializar a saída.

Vale destacar que apesar de ainda não ter sido anunciado pelo Corinthians, Oswaldo de Oliveira já se acertou com o presidente Roberto de Andrade. Em meio a um racha político que pode chegar até mesmo ao gerente de futebol Alessandro Nunes, o clube não se pronunciou sobre o anúncio.

Trajetória no Corinthians

Ex-assessor da Gaviões da Fiel e portanto diretor da principal organizada do Corinthians, Eduardo Ferreira assumiu o cargo de diretor-adjunto no início da gestão de Roberto de Andrade à frente do clube, em fevereiro de 2015. Na época, era o braço direito do então diretor de futebol Sergio Janikian.

Com o pedido de demissão de Janikian, pouco após a eliminação do Corinthians na Libertadores da temporada passada, e, posteriormente, a saída de Edu Gaspar junto com Tite à Seleção Brasileira, cresceram a responsabilidade e a exposição de Eduardo Ferreira no clube do Parque São Jorge.

Pressionado pela torcida e por boa parte dos conselheiros, Eduardo Ferreira já dava sinais de desgaste e sinalizava a possibilidade de deixar o cargo antes do fim do mandato de Roberto - fevereiro de 2018. O controverso acerto com Oswaldo de Oliveira, porém, é que foi a gota d'água.

Veja Mais:

  • Com Gustagol (à esq.) em grande fase, Timão pega o Avenida em Itaquera. É matar ou morrer!

    Em duelo inédito, Corinthians tenta avançar à terceira fase da Copa do Brasil; saiba tudo

    ver detalhes
  • Dezenas de corinthianas se reuniram para torcer juntas no último Majestoso

    'A mulher acha que não tem direito': movimento luta por presença feminina na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Carille comandou última atividade do Corinthians antes da segunda fase da Copa do Brasil

    Carille dribla imprensa antes de jogo contra Avenida; veja provável escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • Destrinchamos o Corinthians e a forma de jogar de Carille em 2019 | #116

    VÍDEO: Destrinchamos o Corinthians e a forma de jogar de Carille em 2019 | #116

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes