Edu Ferreira explica razão de saída do Corinthians e diz: 'Quem sabe eu volto'

Edu Ferreira explica razão de saída do Corinthians e diz: 'Quem sabe eu volto'

Eduardo Ferreira deixou diretoria do Corinthians nesta sexta-feira

Eduardo Ferreira deixou diretoria do Corinthians nesta sexta-feira

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Edu Ferreira não é mais o diretor adjunto de futebol do Corinthians. Em entrevista coletiva no início da tarde desta sexta-feira, no CT Joaquim Grava, o agora ex-dirigente do Timão explicou o motivo de pedir demissão do cargo: a maneira como a contratação de Oswaldo de Oliveira, já anunciado novo técnico do clube, foi conduzida pelo presidente Roberto de Andrade.

“Não é um momento agradável. Pensava em fazer isso só no fim do ano. Pela forma como foi conduzida a negociação com o novo treinador, resolvi respirar novos ares. Queria agradecer o presidente Roberto, agradecer ao Andrés e todos os funcionários. Toda a comissão técnica, em especial ao Fábio Carille, a todo elenco e jogadores. Jogadores que correm e suam a camisa aqui. Não temos jogadores ou funcionários que deixam a desejar no trabalho”, afirmou Edu Ferreira.

Diante de uma série de jornalistas, Edu evitou transparecer rusgas com Roberto de Andrade. Sincero, exaltou o Corinthians e seus profissionais, e pediu desculpas até à imprensa. “Vou voltar a ser apenas torcedor, antes eu era torcedor e dirigente. Foi uma tremenda satisfação, orgulho, o que me dediquei ao futebol. Tudo o que eu podia fazer, eu fiz. Se voltaria? Com certeza, quem sabe um dia volto”, frisou.

Questionado a respeito da decisão do presidente corinthiano, que bancou a chegada de Oswaldo sem consulta prévia a ele e Alessandro Nunes, gerente de futebol, Edu voltou a negar relação estreita. “Presidente escolhe quem ele escolher, tenho nada contra o Oswaldo... Até agradeço toda a imprensa, setoristas, desculpa por alguma coisa. Às vezes estou com cabeça quente, não podemos dizer as coisas”.

“Nós vínhamos comentando internamente, papos informais com Alessandro, Fábio Carille, Fernando Lázaro. Falamos de alguns nomes. Não fui consultado. Tinham vários nomes que a gente estava vendo, olhando, comentando. Mas não chegamos a ver nenhum nome. Apareceu o nome do Oswaldo”, finalizou.

Veja Mais:

  • Pablo foi campeão paulista e brasileiro pelo Corinthians em 2017

    Corinthians volta a negociar com Pablo e pode contratá-lo para 2018, diz portal

    ver detalhes
  • Kazim não deve permanecer no Corinthians em 2018

    Corinthians quer definir destino de Kazim nos próximos dias; chegada de Dutra deve atrapalhar turco

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos pode ser emprestado para outro clube em 2018

    Com chegada de reforço, Corinthians estuda empréstimo de Fellipe Bastos

    ver detalhes
  • Minds Idiomas segue na manga da camisa corinthiana em 2018

    Com até bolsa de estudos a jogadores, Corinthians renova com patrocinador para manga da camisa

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes