Presidente do Flamengo admite gol irregular no Maracanã

Presidente do Flamengo admite gol irregular no Maracanã

Por Meu Timão

Presidente flamenguista reconheceu o erro de arbitragem

Presidente flamenguista reconheceu o erro de arbitragem

Foto: Divulgação

Fruto da intensa reclamação por parte dos corinthianos ao final do duelo contra o Flamengo, que terminou empatado em 2 a 2, neste domingo, no Maracanã, o gol em posição de impedimento do atacante Paolo Guerrero foi mencionado por Eduardo Bandeira de Mello. Questionado sobre o lance, o presidente flamenguista admitiu a irregularidade, porém destacou que seu clube não vem sendo beneficiado de maneira recorrente.

"Não tem sido tanto a favor no caso do Flamengo [erros por parte da arbitragem]. Não revi o lance, mas acredito na avaliação de vocês [membros da imprensa]. Se o gol realmente estava impedido, reconhecemos e terá sido o primeiro caso de um erro de arbitragem que nos favorece em 32 rodadas", destacou.

Fato é que, apesar do argumento do mandatário flamenguista, o clube carioca foi beneficiado anteriormente também em confronto diante do Timão. Em 2014, no embate entre as equipes pelo Campeonato Brasileiro, o Corinthians acabou prejudicado por um erro da arbitragem no Maracanã.

Com o resultado, o Corinthians agora soma 49 pontos e faz a sexta melhor campanha do Campeonato Brasileiro. O Timão volta a campo no sábado, quando recebe a Chapecoense, às 16h30, na Arena Corinthians, em duelo válido pela 33ª rodada da competição nacional.

Veja Mais:

  • Pedrinho passa por trote e ataca de cantor na concentração do Corinthians

    Pedrinho passa por trote e ataca de cantor na concentração do Corinthians

    ver detalhes
  • Reinaldo Rueda recebeu oferta do Corinthians após demissão de Oswaldo de Oliveira

    Rueda volta a lamentar não ter vindo para o Corinthians no fim do ano

    ver detalhes
  • Timão estreia na Copa Sul-Americana apenas em abril

    Conmebol divulga premiação de todas as fases da Copa Sul-Americana

    ver detalhes
  • Mario Celso Petraglia, presidente do Conselho do Atlético-PR, citou o Corinthians para falar da grama sintética

    Veto à grama sintética faz presidente do Atlético-PR criticar cota de TV do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes