Cássio minimiza especulações e reitera retomada de titularidade

Cássio minimiza especulações e reitera retomada de titularidade

Cássio substituiu Walter aos 15 minutos do primeiro tempo

Cássio substituiu Walter aos 15 minutos do primeiro tempo

Foto: Agência Corinthians

Mediante ao equilíbrio no placar na partida entre Corinthians e Chapecoense na tarde deste sábado, por 1 a 1, na Arena, a titularidade na meta corinthiana voltou a ficar em evidência. Aos 15 minutos da primeira etapa, Walter sentiu dores na coxa direita, solicitando a substituição e, consequentemente, a entrada de Cássio, a partir da escolha do técnico Oswaldo de Oliveira.

A mudança, mais uma vez, atrapalhou a sequência de titularidade por parte de Walter e abriu o caminho para o camisa 12 do Timão. "Tive tranquilidade de entrar. Jogar, eu sei jogar. Tentei fazer o meu melhor para ajudar o Corinthians. O que vale é estar ali. As coisas permanecem iguais de quanto eu era titular", declarou o arqueiro.

A respeito das recentes especulações que indicam uma possível transferência ao final da temporada, além da enorme insatisfação com o atual momento, Cássio assegurou comprometimento e minimizou os assuntos extracampo.

"No futebol, não podemos falar muito porque são coisas muito rápidas. Renovei o contrato. Fiquei no banco, mas vou trabalhar para retomar minha posição. Chegou o professor Oswaldo agora e ele conversou muito comigo. A gente vê que jogadores que ganharam muito em seus clubes e depois querem tumultuar, comigo é ao contrário. Se falam muitas coisas sem saber ou me julgam sem me conhecer. Vou lutar dentro de campo, não falando", acrescentou.

Ainda sobre as polêmicas sobre a mudança de clube, Cássio, um dos personagens principais das conquistas internacionais do clube na temporada de 2012, ratificou o comprometimento pelo Corinthians, reiterando o contrato e acordo com o clube.

"To focado aqui. Comuniquei ao meu empresário, quando acabar a temporada, eu devo ir para o Rio de conversar. É até uma falta de respeito com o Corinthians, que paga o meu salário. O que vai acontecer nos próximos anos não se pode falar agora. Tenho que me dedicar e ajudar o Corinthians", complementou.

Somando 50 pontos após o empate, o Timão caiu uma colocação na tabela e agora aparece com a sétima melhor campanha. A equipe comandada pelo técnico Oswaldo de Oliveira volta a campo no próximo sábado, dia 5, quando faz o clássico Majestoso contra o São Paulo, às 19h30, no Morumbi, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Carille viu seu time tropeçar de novo no segundo turno do Campeonato Brasileiro

    Chances de título do Corinthians seguem caindo; matemáticos colocam arquirrival de vez na briga

    ver detalhes
  • Livro dá chance para torcedores participarem de aula de fotografia na Arena Corinthians

    Workshop de fotografia na Arena é uma das recompensas para quem apoiar o livro do estádio

    ver detalhes
  • Cássio foi mais uma vez chamado por Tite

    Cássio é convocado por Tite e desfalca Corinthians em até três jogos no Brasileirão

    ver detalhes
  • Pablo segue com a situação indefinida para 2018

    Bordeaux endurece com agente de Pablo e avisa: para outro clube o valor é dobrado

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes