Jornalista argentino liga punição da Bolívia nas eliminatórias ao caso Amarilla contra Corinthians

115 mil visualizações 64 comentários

Por Meu Timão

O árbitro paraguaio Amarilla ficou conhecido por polêmica arbitragem contra o Timão em 2013

O árbitro paraguaio Amarilla ficou conhecido por polêmica arbitragem contra o Timão em 2013

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Três anos após a polêmica arbitragem do empate de 1 a 1 entre Corinthians e Boca Juniors na Copa Libertadores de 2013, no Pacaembu, a partida ainda gera repercussão. O jornalista argentino Alejandro Fantino ligou a punição sofrida pela Bolívia nas Eliminatórias da Copa do Mundo, que tirou quatro pontos da equipe na competição por conta da escalação irregular do zagueiro Nelson Cabrera, com o caso do árbitro Carlos Amarilla contra o Timão.

Em junho do ano passado, o juiz paraguaio, que ficou marcado pela péssima arbitragem na final do torneio continental, foi protagonista de escutas divulgadas por uma emissora argentina que sugeriram um esquema da escolha de árbitros por parte da Associação de Futebol Argentina (AFA). O ato envolveu o ex-presidente da entidade, Julio Grondona, que faleceu em 2014.

Fantino apontou falhas na decisão da FIFA sobre a punição aos bolivianos, que favoreceu as seleções do Chile e do Peru na tabela da competição, citando a reedição da final da Libertadores de 2012. A decisão indiretamente também prejudicou a Argentina, que deixou a zona de classificação para o torneio mundial.

"Nós exportamos um sistema mafioso. O sistema de eleição AFA foi exportado para a FIFA, o orgulho, a manipulação, enchemos a FIFA de argentinos. Tudo de pior daqui foi trabalhar na FIFA, na gestão jogos, na arbitragem, fizemos todo o possível para ganhar a última Copa do Mundo”, disse o jornalista ao portal Peru.com.

"Você acha que os outros não vêem? O que você acha que o Corinthians fez quando viu o árbitro fazer o que ele fez na partida Boca-Corinthians? Que os líderes não falavam enquanto comiam uma feijoda 'olhe para estes ladrões argentinos, ficam orgulhosos em como colocaram os árbitros lá’? Você acha que os colombianos são uns idiotas, enquanto nós roubados jogos de ida e volta deles?", completou.

Para o jornalista, a seleção argentina segue indefesa e a mercê de definições alheias. "Vamos ficar muito mal, porque os equatorianos vão querer nos tirar da Copa do Mundo, porque os uruguaios não nos querem, muito menos os brasileiros. Eles deram pontos para o Chile e o também deixaram o Peru vivo”, finalizou.

Veja Mais:

  • Corinthians perde para Palmeiras por 1 a 0, no Allianz Parque, e não conquista tetracampeonato do Paulistão

    Jô marca no último lance, mas Corinthians é superado nas penalidades e perde título do Paulistão

    ver detalhes
  • Jô comemora com Everaldo seu gol no duelo com o Palmeiras, pela final do Paulistão

    Fiel distribui notas baixas, mas 'poupa' Cássio e Jô após revés do Corinthians; reserva beira o zero

    ver detalhes
  • Cássio volta a salvar Corinthians com boas defesas durante Dérbi

    Torcida do Corinthians exalta Cássio e Jô, mas lamenta pênaltis desperdiçados; veja repercussão

    ver detalhes
  • Tiago Nunes explicou as escolhas por Michel, Avelar, Cantillo, Sidcley e Jô na cobranças de pênaltis

    Tiago Nunes justifica escolha por batedores na decisão por pênaltis e exalta maturidade dos atletas

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez não demora para se pronunciar após vice-campeonato do Corinthians

    Andrés Sanchez parabeniza Corinthians por entrega na final e diz que 'temporada ainda não acabou'

    ver detalhes
  • Corinthians estreia no Brasileirão na próxima quarta-feira

    O que você espera do Corinthians no Campeonato Brasileiro? Vote em enquete do Meu Timão!

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: