Se mantivesse aproveitamento de Tite, Corinthians ainda estaria no G4

Se mantivesse aproveitamento de Tite, Corinthians ainda estaria no G4

Corinthians estaria em terceiro lugar com aproveitamento de Tite

Corinthians estaria em terceiro lugar com aproveitamento de Tite

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Dono da sétima melhor campanha do Campeonato Brasileiro e enfrentando diversas dificuldades para lutar em prol da última vaga no G6, o Corinthians vive situação instável e marcada por incertezas na competição. Porém, o Timão não estaria assim se Tite ainda fosse o treinador corinthiano, ao menos, levando em conta seu rendimento no torneio até deixar o cargo.

Visto pela Fiel como o principal responsável pelo crescimento do Corinthians na atual década, mediante às conquistas internacionais da Libertadores e Mundial de Clubes em 2012, além dos dois títulos no Campeonato Brasileiro (2011 e 2015), o técnico Tite, ainda desperta imensa saudades entre os torcedores.

A sensação, entretanto, pode ser exemplificada na pequena comparação ao aproveitamento conquistado pelo treinador em 2016 - o que não foi seu ápice no clube, quando comparado às temporadas em que conquistou títulos. Em 34 partidas disputadas, Tite somou cinquenta pontos, a partir de 14 vitórias, oito empates e 12 derrotas (aproveitamento de 49%).

Já analisando só os jogos válidos pelo Campeonato Brasileiro, o aproveitamento de Tite pelo Corinthians apresenta uma acentuada elevação (61.90%), o que garantiria ao Timão o terceiro lugar na tabela. Em sete partidas que o técnico comandou a equipe até aceitar o cargo na CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Tite venceu quatro partidas, empatou uma e foi superado apenas por duas vezes.

Por outro lado, na ausência do treinador e com o Corinthians sob comando de Cristóvão Borges, Fábio Carille e Oswaldo de Oliveira, respectivamente, o aproveitamento somado de ambos é inferior ao de Tite (45.67%). Em 34 jogos disputados após Tite assumir a Seleção Brasileira, o Timão sustenta a campanha de dez vitórias, sete empates e também dez derrotas.

Sendo assim, já conformado que Tite não volta tão cedo ao comando técnico corinthiano, o torcedor segue torcendo para que a equipe, ao menos, consiga a classificação para a Libertadores do ano que vem. O Corinthians volta a campo somente no dia 16, quando enfrenta o Figueirense, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Marlone foi o destaque do treino desta quinta-feira

    Marlone marca, Caíque ganha chance e Oswaldo volta a ensaiar escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • Rodriguinho admitiu possível saída do Corinthians

    Rodriguinho cogita saída do Corinthians: 'Vamos sentar e conversar'

    ver detalhes
  • Léo Jabá, marcado por Balbuena a imagem acima, está à disposição de Oswaldo

    Léo Jabá tranquiliza Corinthians após susto e está à disposição para jogo contra Cruzeiro

    ver detalhes
  • Corinthians tem missão complicada por vaga na Libertadores

    Resultado da Copa do Brasil complica ainda mais situação do Corinthians rumo à Libertadores

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes