Bobô relembra parceria com Jô e trajetória no Corinthians

Bobô relembra parceria com Jô e trajetória no Corinthians

Por Meu Timão

Bobô deixou o Grêmio em agosto para atuar na Austrália

Bobô deixou o Grêmio em agosto para atuar na Austrália

Foto: Divulgação/Grêmio

Revelado pelas categorias de base do Coritnhians e promovido à equipe profissional na temporada de 2003, o atacante Bobô, atualmente com 31 anos e jogador do Sydney FC, aproveitou o retorno de Jô ao Timão e relembrou sua passagem pelo clube. Animado com o retorno do amigo, Bobô citou momentos ao lado de Jô, na parceria ofensiva que rendeu o crescimento de ambos.

"Eu achei legal que ele jogará de novo no Corinthians. Surgimos juntos na base. Foi um momento bom na carreira dele. Nossa amizade era muito boa. Apesar de sermos da mesma posição, ele jogava mais de lado. Até fizemos alguns jogos juntos no profissional. Acredito que ele vai brilhar. Está mais experiente. Foi campeão da Libertadores e tudo", declarou Bobô, em entrevista ao globoesporte.com.

Com forte consideração por Seu Dário, pai de Jô, Bobô também recordou momentos descontraídos durante os treinamentos na base corinthiana. "Quando estávamos subindo para o time principal, o pai do Jô sempre o levava aos treinos. Quando íamos ao gramado, os caras sempre brincavam: "O que é um ponto amarelo na arquibancada do Parque São Jorge?". Era o Seu Dário, pai do Jô. Ele sempre vinha com uma camisa amarela para assistir ao treino", acrescentou.

Questionado a respeito de um possível retorno ao Corinthians, Bobô enalteceu a enorme gratidão que possui pelo clube. Jamais procurado pela diretoria do Timão depois de sua venda em 2006, para o Besiktas, da Turquia, o atacante revelou uma sondagem de um rival paulista há seis anos.

"É um clube pelo qual tenho paixão de infância, uma gratidão muito grande. A torcida sempre me tratou muito bem, apoiava bastante a rapaziada que subia. Tem muito corintiano até na Austrália. Espero voltar algum dia. Nunca recebi proposta do Corinthians. Já recebi do São Paulo, em 2010. Quase joguei lá. Quando surgiu essa oportunidade, estava querendo ficar mais na Turquia", finalizou.

Presente no título do Campeonato Brasileiro do Corinthians em 2005, Bobô defendeu o Grêmio nas últimas duas temporadas e optou por deixar o clube gaúcho em agosto deste ano, para atuar no futebol australiano.

Veja Mais:

  • Rodriguinho foi um dos destaques do duelo na Arena; arbitragem bastante questionável

    Juiz 'esquece' pênaltis, Corinthians para na retranca do Vitória e perde a primeira no Brasileirão

    ver detalhes
  • Jô teve atuação discreta na derrota para Vitória

    Cássio é eleito destaque de derrota do Corinthians; quarteto ofensivo destoa

    ver detalhes
  • Arena Corinthians recebeu 42.075 pagantes nesta tarde de sábado

    Fiel canta na Arena após primeira derrota do Corinthians no Brasileirão

    ver detalhes
  • Balbuena está fora do confronto de quarta-feira

    Balbuena leva terceiro amarelo, e Corinthians enfrentará Chape com zaga de jovens da base

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes