Corinthians segue punido, mas Flamengo consegue liberação para vender ingressos no Maracanã

Corinthians segue punido, mas Flamengo consegue liberação para vender ingressos no Maracanã

Por Meu Timão

Lucca reclamou da arbitragem ao fim da partida contra o Flamengo

Lucca reclamou da arbitragem ao fim da partida contra o Flamengo

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Dois pesos, duas medidas. A expressão se encaixa no efeito suspensivo conquistado pelo Flamengo no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nesta quarta-feira. Também envolvido na briga que marcou a partida contra o Corinthians no Maracanã, no último dia 23, pelo Campeonato Brasileiro, o clube carioca, ao contrário do paulista, teve sua pena amenizada pelo órgão.

A determinação anterior do STJD, divulgada no último dia 4, previa ao Flamengo 20% a menos de carga de ingressos por um jogo e multa de R$ 20 mil. Agora, porém, a equipe da Gávea pode comercializar entradas de todos os setores para o duelo diante do Coritiba, no próximo domingo, no Maracanã.

O Timão, por sua vez, segue penalizado pelo STJD. Mesmo visitante do clássico (não responsável pela segurança, portanto), acabou multado em R$ 50 mil e teve tanto suas torcidas organizadas quanto o setor Norte da Arena Corinthians vetados por outros quatro jogos. Além disso, perdeu o direito de vender ingressos de visitantes para seus torcedores pelas próximas cinco rodadas fora de casa, a contar por esta quarta, frente ao Figueirense.

Com a pena aliviada, o Flamengo calcula uma arrecadação de R$ 500 mil líquidos a mais. O novo julgamento do recurso ainda não foi marcado pelo órgão

Relembre o episódio

Minutos antes de a bola rolar para o jogo entre Corinthians e Flamengo, parte da torcida alvinegra presente nas arquibancadas entrou em confronto com policiais militares. A confusão começou quando torcedores do Flamengo arremessaram copos e demais objetos em direção ao setor onde estava a torcida paulista.

Em reação à agressão, os corinthianos tentaram invadir o espaço destinado aos flamenguistas. Uma grade chegou a ser quebrada. A polícia militar, então, usou cassetetes e spray de pimenta para afastar a torcida do Timão da grade que separava os setores do Maracanã. Alguns torcedores revidaram e também agrediram agentes.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro e STJD.

Veja Mais:

  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes