Oswaldo completa um mês de Corinthians sob críticas da torcida; veja tweets

Oswaldo completa um mês de Corinthians sob críticas da torcida; veja tweets

Por Meu Timão

Oswaldo de Oliveira tem desafio de levar Corinthians à Libertadores

Oswaldo de Oliveira tem desafio de levar Corinthians à Libertadores

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Apresentado oficialmente no dia 14 de outubro, Oswaldo de Oliveira completou um mês no comando técnico do Corinthians na última segunda-feira. E apesar do pouco tempo de trabalho, ele já convive com as críticas de parte da torcida alvinegra – muitos, inclusive, utilizam as redes sociais para protestar contra a permanência do ex-Sport no Parque São Jorge.

A situação ficou ainda mais critica na noite dessa quarta-feira. Depois de mais de uma semana de preparação, o Timão voltou a apresentar desempenho ruim e cedeu o empate por 1 a 1 com o Figueirense, no Orlando Scarpelli, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para piorar, Oswaldo elogiou a atuação corinthiana frente a um dos possivelmente rebaixados à segunda divisão.

“Em momento algum nós fomos pressionados, controlamos o jogo todo, o Figueirense não teve chance alguma, chutou três bolas da intermediária sem perigo. Isso não afeta em nada. A equipe foi certinha, sofreu um gol que, pelo que eu soube, foi a repetição do impedimento. É isso que temos que lamentar, essa repetição em cima de uma situação em um momento decisivo. Isso não poderia mais acontecer”, se defendeu, culpando o gol irregular de Rafael Moura pelo tropeço em Santa Catarina.

Contudo, o Meu Timão reuniu alguns tweets que comprovam a insatisfação da torcida a respeito do início de Oswaldo. “O Corinthians tomou baile de reservas da Chapecoense, foi goleado pelo São Paulo e venceu 1 de 6 jogos, mas não tem problema para o Oswaldo”, criticou um corinthiano. “Corinthians levou o empate no final contra o Figueira, mas Oswaldo ficou feliz, disse que a equipe foi bem e tal. Acorda, Oswaldo!”, esbravejou outro.

Com uma vitória em seis partidas, Oswaldo tem o pior começo de um treinador do Corinthians desde a “era Geninho”, em 2006. Sob seu comando, o time alvinegro somou apenas 33% dos pontos que pleiteou, aproveitamento inferior ao de Cristóvão Borges, demitido ao longo do segundo turno.

Veja alguns tweets

Veja mais em: Oswaldo de Oliveira.

Veja Mais:

  • Carille viu seu time tropeçar de novo no segundo turno do Campeonato Brasileiro

    Chances de título do Corinthians seguem caindo; matemáticos colocam arquirrival de vez na briga

    ver detalhes
  • Livro dá chance para torcedores participarem de aula de fotografia na Arena Corinthians

    Workshop de fotografia na Arena é uma das recompensas para quem apoiar o livro do estádio

    ver detalhes
  • Cássio foi mais uma vez chamado por Tite

    Cássio é convocado por Tite e desfalca Corinthians em até três jogos no Brasileirão

    ver detalhes
  • Pablo segue com a situação indefinida para 2018

    Bordeaux endurece com agente de Pablo e avisa: para outro clube o valor é dobrado

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes