Tranquilo, Fagner rechaça rivalidade com Internacional

Tranquilo, Fagner rechaça rivalidade com Internacional

1.4 mil visualizações 65 comentários Comunicar erro

Fagner concedeu entrevista depois de participar do treino

Fagner concedeu entrevista depois de participar do treino

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A partida entre Corinthians e Internacional da próxima segunda-feira ganhou clima de decisão entre os torcedores de ambas as equipes. Entretanto, ao menos dentro do elenco alvinegro, a rivalidade ficará nas arquibancadas. É o que acredita o lateral Fagner, que projetou o embate em entrevista coletiva nesta sexta-feira à tarde, no CT Joaquim Grava.

“O principal fator que temos que ter nesse jogo é inteligência, porque temos condição de entrar no G6 e estamos brigando. A situação do adversário é mais delicada, mas eles que têm que resolver. Nós precisamos fazer nosso futebol, nosso dever de casa, independente da situação do adversário. A rivalidade deixamos para o torcedor, mas nós atletas não podemos entrar nessa de provocação e tudo, temos que entrar e terminar com 11 e fazer nosso jogo”, afirmou Fagner.

Após o empate por 1 a 1 com o Figueirense, o Corinthians se reapresentou ao CT nesta sexta-feira. O tropeço em Florianópolis, porém, ainda é lamentado pelo ala corinthiano. “A gente fica chateado. Não tivemos sustos no jogo contra o Figueirense, controlamos bem o adversário, chegamos com perigo, mas ficamos chateados pela maneira que foi, o minuto que foi. Mas ao mesmo tempo, ficamos felizes pela maneira como nos comportamos, com três meninos na defesa, Léo Santos estreando com personalidade. É bom saber que podemos contar com essas novas opções”, declarou.

O Corinthians tem 51 pontos, um a menos que o Atlético-PR, rival direto pelo G6. Para voltar ao grupo classificatório para a Copa Libertadores da América de 2017, o Timão terá de vencer o Internacional na próxima segunda-feira, às 20h (de Brasília), na Arena em Itaquera. Para Fagner, é necessário que a equipe volte a ser regular.

“Se parar para pensar, a equipe rodou bastante nesse ano. Temos primeiro que passar por esse momento de reformulação, entender a restruturação do departamento e a partir daí começar a fazer grandes jogos, resgatar a confiança de cada atleta. Porque confiança não vem e vai a hora que quisermos, precisamos manter uma constância. Nos últimos jogos oscilamos, não vencemos em casa, pouco pontuamos fora. Mas agora é hora de manter regularidade”.

“Temos que pensar jogo a jogo, recuperar bem para segunda-feira. Esperamos também que o torcedor vá, ajude, para aí sim podermos pensar no próximo adversário”, finalizou.

Veja mais em: Fagner e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Timão tem agenda cheia na modalidade Sub-23

    Corinthians Sub-23 marca novo amistoso para o mês de junho e terá cinco jogos em dez dias

    ver detalhes
  • Emerson Sheik conheceu instalações de Real Madrid e Barcelona

    Sheik visita Real Madrid e Barcelona por inspirações ao Corinthians; veja fotos

    ver detalhes
  • Walmir Cruz, preparador físico do Corinthians, falou ao Meu Timão antes da parada

    Corinthians divide jogadores em dois grupos para cartilhas durante a folga; preparador explica

    ver detalhes
  • Love emendou 31 jogos seguidos até a ausência contra o Cruzeiro; Ralf não fica fora desde março

    Preparador físico do Corinthians enaltece dupla de veteranos: 'Exemplo aos mais jovens'

    ver detalhes

Comente a notícia: