Tranquilo, Fagner rechaça rivalidade com Internacional

Tranquilo, Fagner rechaça rivalidade com Internacional

Fagner concedeu entrevista depois de participar do treino

Fagner concedeu entrevista depois de participar do treino

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A partida entre Corinthians e Internacional da próxima segunda-feira ganhou clima de decisão entre os torcedores de ambas as equipes. Entretanto, ao menos dentro do elenco alvinegro, a rivalidade ficará nas arquibancadas. É o que acredita o lateral Fagner, que projetou o embate em entrevista coletiva nesta sexta-feira à tarde, no CT Joaquim Grava.

“O principal fator que temos que ter nesse jogo é inteligência, porque temos condição de entrar no G6 e estamos brigando. A situação do adversário é mais delicada, mas eles que têm que resolver. Nós precisamos fazer nosso futebol, nosso dever de casa, independente da situação do adversário. A rivalidade deixamos para o torcedor, mas nós atletas não podemos entrar nessa de provocação e tudo, temos que entrar e terminar com 11 e fazer nosso jogo”, afirmou Fagner.

Após o empate por 1 a 1 com o Figueirense, o Corinthians se reapresentou ao CT nesta sexta-feira. O tropeço em Florianópolis, porém, ainda é lamentado pelo ala corinthiano. “A gente fica chateado. Não tivemos sustos no jogo contra o Figueirense, controlamos bem o adversário, chegamos com perigo, mas ficamos chateados pela maneira que foi, o minuto que foi. Mas ao mesmo tempo, ficamos felizes pela maneira como nos comportamos, com três meninos na defesa, Léo Santos estreando com personalidade. É bom saber que podemos contar com essas novas opções”, declarou.

O Corinthians tem 51 pontos, um a menos que o Atlético-PR, rival direto pelo G6. Para voltar ao grupo classificatório para a Copa Libertadores da América de 2017, o Timão terá de vencer o Internacional na próxima segunda-feira, às 20h (de Brasília), na Arena em Itaquera. Para Fagner, é necessário que a equipe volte a ser regular.

“Se parar para pensar, a equipe rodou bastante nesse ano. Temos primeiro que passar por esse momento de reformulação, entender a restruturação do departamento e a partir daí começar a fazer grandes jogos, resgatar a confiança de cada atleta. Porque confiança não vem e vai a hora que quisermos, precisamos manter uma constância. Nos últimos jogos oscilamos, não vencemos em casa, pouco pontuamos fora. Mas agora é hora de manter regularidade”.

“Temos que pensar jogo a jogo, recuperar bem para segunda-feira. Esperamos também que o torcedor vá, ajude, para aí sim podermos pensar no próximo adversário”, finalizou.

Veja mais em: Fagner e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Carille viu seu time tropeçar de novo no segundo turno do Campeonato Brasileiro

    Chances de título do Corinthians seguem caindo; matemáticos colocam arquirrival de vez na briga

    ver detalhes
  • Livro dá chance para torcedores participarem de aula de fotografia na Arena Corinthians

    Workshop de fotografia na Arena é uma das recompensas para quem apoiar o livro do estádio

    ver detalhes
  • Cássio foi mais uma vez chamado por Tite

    Cássio é convocado por Tite e desfalca Corinthians em até três jogos no Brasileirão

    ver detalhes
  • Pablo segue com a situação indefinida para 2018

    Bordeaux endurece com agente de Pablo e avisa: para outro clube o valor é dobrado

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes