Marlone agradece apoio da Fiel e mira vaga na Libertadores

Marlone agradece apoio da Fiel e mira vaga na Libertadores

Por Meu Timão

Marlone agradeceu o enorme carinho por parte da Fiel

Marlone agradeceu o enorme carinho por parte da Fiel

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Contratado pelo Corinthians no início da temporada e, certamente o jogador mais solicitado pelos torcedores ao longo do primeiro semestre, o meia Marlone reconhece o carinho da Fiel por seu futebol. Questionado a respeito de seu rendimento desde o início da passagem pelo Timão, o jogador relembrou acontecimentos e citou pontos da torcida.

"Eu acho que é porque as pessoas acompanham futebol. A torcida do Corinthians é diferente das outras, porque sabe ver jogo e acompanha as notícias do treino. E eu sempre fiz gol em treino, em amistoso e jogo-treino ia bem, então essa cobrança veio por não entender como eu fazia tudo isso no treino e não jogava. Recebo isso de uma forma bem tranquila, é reconhecimento do meu trabalho", declarou Marlone, em entrevista ao Lance!.

Fato é que, Marlone chegou ao Timão com status de titular e uma das maiores contratações na temporada, no entanto, no decorrer das partidas, ainda sob o comando de Tite, a sequência de jogos não apareceu. Em seguida, já com Cristóvão Borges, o meia permaneceu no banco de reservas por cerca de dois meses, o que gerou forte manifestação entre os torcedores.

"Foi até impactante esse carinho da torcida, porque geralmente pedem para jogar quem tem história no clube e eu não tenho isso ainda. Mesmo assim gritaram meu nome nos jogos e isso gera uma responsabilidade de entrar e compreender. Então recebi como apoio, reconhecimento, sem pressão de querer mostrar, mostrar. As coisas fluíram naturalmente e agora está dando resultado", acrescentou o camisa 8.

Concentrado na reta final da temporada, Marlone vê a presença na Libertadores de 2017 como uma realidade para o Corinthians. Além do objetivo, o meia também acredita que as oscilações ao longo do ano são frutos das diversas mudanças no elenco e comissão técnica.

"Mas por tudo o que aconteceu a gente não pode pegar como ano fracassado, porque teve muita mudança. Mudança causa essas situações. Mas vejo como um ano positivo, estamos brigando pela classificação à Libertadores, não está longe, dá para buscar. Vejo como um ano positivo. Claro que é um time que vem de ser campeão brasileiro, com elenco e tudo do jeito que foi gera uma pressão a mais", completou.

O Corinthians entra em campo nesta segunda-feira, quando enfrenta o Internacional, às 20h, em Itaquera. Dono da nona melhor campanha do Campeonato Brasileiro, o Timão soma 51 pontos.

Veja mais em: Marlone e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes