Timão joga bem, mas não impede segunda derrota na Copa Internacional Sub-20

Timão joga bem, mas não impede segunda derrota na Copa Internacional Sub-20

5.1 mil visualizações 84 comentários Comunicar erro

Oya é um dos destaques do Timão na disputa no Sul do Brasil

Oya é um dos destaques do Timão na disputa no Sul do Brasil

Rodrigo Gazzanel / Agência Corinthians

Nesta segunda-feira, a equipe Sub-20 do Corinthians foi derrotada pela Ponte Preta, com o placar de 2 a 1, durante a segunda rodada da fase de grupos da Copa Internacional Ipiranga da categoria – a Copa RS, que teve seu nome alterado neste ano. A partida foi realizada no estádio Morada dos Quero-Queros, em Alvorada (RS).

Antes da bola rolar, um minuto de silêncio foi respeitado pelas equipes em homenagem à Chapecoense, que teve sua delegação envolvida em um trágico acidente aéreo na última terça-feira. O time de Chapecó iria participar do torneio Sub-20, mas diante do episódio fatídico, foi substituído pela própria Ponte Preta na disputa.

A competição do Sul é a última chance do Corinthians se preparar para a próxima edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior, que será realizada em janeiro de 2017.

Vindo de uma derrota por 4 a 1 diante do Internacional, no último sábado, o resultado desta segunda colocou o Corinthians na última posição da chave. Comandada pelo técnico Osmar Loss, a equipe alvinegra chegou aos gramados com a seguinte escalação: Filipe; Thiago, Franklin, Samuel e Guilherme Romão; Mantuan, Luisinho, Pedrinho, Marquinhos e Fabrício Oya; Carlinhos.

Primeiro tempo

Começando com a bola nos pés, o Corinthians dominou a partida em seus primeiros minutos, sendo pressionado pelo adversário na saída. Pela direita, a equipe alvinegra chegou mais perto do gol, mas acabou encontrando a marcação da Ponte Preta em seu caminho.

Ainda controlando a posse de bola, a equipe alvinegra apareceu no ataque, porém, em lances sem perigo para o goleiro adversário. Já durante o meio da primeira etapa, o time de Campinas que não passava no meio-de-campo, chegou mais perto do gol corinthiano, mas encontrou a zaga corinthiana bem posicionada.

Tentando impedir o avanço da Ponte Preta, o zagueiro alvinegro Thiago acabou sofrendo em uma dividida de bola e teve sangramentos em seu nariz. O jogador foi retirado de campo para atendimento médico, mas retornou para o confronto logo em seguida.

A Ponte Preta ameaçou a equipe corinthiana aos 20 minutos, com uma bola na trave do zagueiro Thiago, porém, o lance já havia sido interrompido pelo árbitro da partida, que indicou mão na bola. O Corinthians respondeu com Carlinhos dentro na área, que lançou a bola por cima do gol.

Minutos depois, o Timãozinho atacou com Marquinhos, que recebeu a bola pela esquerda e desviou a zaga adversário com um bom lance e chutou em direção ao gol. Porém, o chute foi alto demais. Aos 25 minutos, o lateral Samuel veio na velocidade pelo lado direito e a bola passou raspando pela trave do time de Campinas.

Tentando ter o controle da posse de bola, o Corinthians continuou pouco incisivo no ataque e viu a Ponte Preta abrir o placar aos 36 minutos. O meia Thiago apareceu em meio a uma defesa desarrumada do Timâozinho, após uma jogada individual de Aaron pela direita, e colocou a bola dentro do gol corinthiano.

O Corinthians tentou responder com Pedrinho, que após receber a bola do meia Fabrício Oya, que chutou em direção ao canto direito do gol. Porém, mais uma vez, o chute acabou indo para fora.

Segundo tempo

Tentando igualar o placar, o Corinthians continuou procurando espaço na defesa do adversário da equipe de Campinas. Dominando a posse de bola, o Timãozinho acabou tento dificuldade na saída de bola, porém, conseguiu impedir lances de contra-ataque.

O gol do empate veio aos dez minutos de jogo, em uma cobrança de falta perto da área, sofrida por Marquinhos. O lateral-esquerdo Guilherme Romão bateu forte, vendo a bola acertar o travessão e o pé do goleiro adversário antes de chegar a rede.

Após gol, o Corinthians tentou sair na frente do placar buscando aproximação pelo lado direito do campo. Mas, acabou dando espaço para o ataque adversário, que fez o seu segundo gol aos 21 minutos.

O lateral-direito Gustavo, que tinha acabado de entrar no jogo, fez uma boa antecipação diante do zagueiro Franklin e cabeceou a bola em direção à rede, sem dar chances para o goleiro Filipe. O Corinthians tentou conquistar um empate novamente, saindo mais ao ataque, mas não converteu seus chutes ao gol.

Mesmo com maior posse de bola durante toda a partida, a defesa corinthiana seguiu dando espaço para contra-ataques da Ponte Preta. Com dificuldades de executar uma aproximação efetiva ao gol do adversário, que se fechou a sua zaga nos minutos finais do jogo, o Corinthians se viu menos perigoso para a equipe de Campinas.

Aos 42 minutos, o gol de empate pareceu próximo em uma finalização do lateral-direito Samuel. Sozinho área, o jogador chutou forte ao gol do arqueiro Carlos Vinicius, que acabou defendendo o lance. A Ponte Preta tentou responder com um contra-ataque nos pés do atacante Marcelo, que tirou goleiro Filipe da jogada, mas foi impedido pela zaga corinthiana.

Veja mais em: Base do Corinthians e Fabricio Oya.

Veja Mais:

  • Gustavo comemora seu gol contra o Avenida durante a vitória pela Copa do Brasil

    Gustavo confirma renovação com o Corinthians até 2022

    ver detalhes
  • Corinthians fez dois gols no final do jogo e garantiu a classificação

    Corinthians vira no fim, despacha o Avenida e avança na Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Corinthians lança sua própria religião: Corinthianismo

    Que mandamento do Corinthianismo mais combina com você?

    ver detalhes
  • Quem para o homem?! - Gustagol comemora oitavo gol pelo Corinthians em 2019

    Atacantes do Corinthians empatam na eleição do craque da segunda fase da Copa BR; veja avaliações

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes