'Engasgado', titular do Sub-20 quer Copinha para chegar aos profissionais do Corinthians

'Engasgado', titular do Sub-20 quer Copinha para chegar aos profissionais do Corinthians

40 mil visualizações 43 comentários Comunicar erro

Filipe quer chance no profissional após Copinha

Filipe quer chance no profissional após Copinha

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Um dos pilares do Sub-20 do Corinthians, o goleiro Filipe tem a dimensão do que pode significar um título de Copa São Paulo de Futebol Júnior no currículo. Remanescente da equipe que ficou com o vice-campeonato em 2016, o garoto planeja, enfim, ser campeão pelo time que lhe abriu as portas e ascendeu às divisões de base da Seleção Brasileira.

“A expectativa é muito grande, a gente não tá falando de qualquer campeonato, estamos falando da Copa São Paulo, onde a torcida do Corinthians vai mesmo, maior torcida do Brasil, fora do normal. Os caras gritando seu nome, já tive essa experiência, foi fora do normal”, disse Filipe ao Meu Timão. “A preparação está sendo da melhor forma possível pra gente chegar e dessa vez não bater na trave. Estamos trabalhando ao máximo”.

Nascido no Rio de Janeiro, o jogador, formado nas categorias de base do Fluminense, já destoa em relação aos concorrentes da categoria. Na última Copinha, por exemplo, foi titular do Timão com apenas 17 anos, contribuindo para que o esquadrão comandado por Osmar Loss chegasse à decisão.

“Minha cabeça hoje está voltada ao Sub-20, hoje eu sou Sub-20. Não tem Filipe no profissional ainda, se Deus quiser um dia vai ter. Mas estou trabalhando pra dessa vez não bater na trave a Taça São Paulo, dessa vez vou ganhar a Taça, se Deus quiser. O resto é consequência do meu trabalho. O professor Osmar, toda a comissão, estão pedindo pra voltarmos nossa cabeça para a Taça São Paulo”, explicou.

Em treinamento nesta quarta-feira, no Parque São Jorge, Filipe e outros arqueiros do Corinthians receberam “tratamento especial” de Osmar Loss: os garotos tinham a missão de iniciar as jogadas e evitar o chutão. “A gente está procurando jogar com a bola no chão, parar de dar chutão, parar de botar nossos atacantes pra disputar a bola. Vamos jogar com a bola no chão. O Osmar está passando isso da melhor forma pra gente e aceitamos de coração aberto. Estamos trabalhando isso pra chegar da melhor forma na Taça São Paulo”, falou o arqueiro, titular nos vices da Copinha e do Brasileiro Sub-20.

“Não só a torcida está engasgada, foram duas finais e duas bolas na trave. É como a gente fala, aqui é Corinthians, só é lembrado quem vence. Os jogadores têm de ter um bom desempenho, mas Corinthians vive de títulos. É um time grade, uma torcida grande, ter de ter o costume de botar a medalha de primeiro lugar. Trabalhamos pra isso”, finalizou.

Veja mais em: Base do Corinthians e Copinha.

Veja Mais:

  • Torcedor apaixonado pelo Corinthians, Senna é inspiração de novo uniforme

    Nova terceira camisa do Corinthians ganha data de lançamento

    ver detalhes
  • Prejudicado pela arbitragem, Timão empatou com Internacional na Arena Corinthians

    Confira a posição do Corinthians ao fim da 26ª rodada do Brasileirão-18

    ver detalhes
  • Jogadores ficarão concentrados no CT por dois dias

    Corinthians antecipa concentração no CT antes de semifinal contra o Flamengo

    ver detalhes
  • Desfalques por suspensão contra Internacional, Ralf treinou no CT do Corinthians

    Com reservas em ação, Corinthians dá início a preparação para decisão na Copa do Brasil

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes