Perdigão relembra 2005 e revela plano de 'tapetão' do Internacional pelo título do Brasileirão

26 mil visualizações 59 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Perdigão atuou pelo Inter em 2005 e pelo Timão em 2008

Perdigão atuou pelo Inter em 2005 e pelo Timão em 2008

Ag. Corinthians

Com passagens por Corinthians e Internacional, o ex-jogador Perdigão relembrou o polêmico Campeonato Brasileiro de 2005, quando as duas equipes brigaram diretamente pelo título. Na ocasião, Perdigão atuava pela equipe gaúcha.

O campeonato teve 11 partidas anuladas após a descoberta do escândalo que ficou conhecido como "Máfia do Apito": um esquema de manipulação de resultados controlado por apostadores, que envolviam a arbitragem brasileira.

Na ocasião, Corinthians e Internacional tiveram que repetir três partida. Foram dois jogos anulados para o Timão (os clássicos contra o Santos e São Paulo) e um jogo anulado para o time de Porto Alegre (o confronto contra o Coritiba). As duas derrotas corinthianas foram convertidas em um empate e uma vitória, enquanto o Internacional, que havia ganhado do Coritiba, conseguiu manter o resultado.

A diferença de pontos, porém, acabando dando o título ao Corinthians, e a diretoria da equipe gaúcha - que havia concordado com a reedição dos jogos - tentou anular a conquista alvinegra. A estratégia foi confirmada por Perdigão, que deixou escapar a história em entrevista para o canal Desempedidos, no Youtube.

"Na época, o Fernando Carvalho (dirigente do Internacional) falou: 'Rapaziada, só ficar três pontos atrás do Corinthians que nos bastidores eu garanto”, revelou o boleiro. Apesar da revelação, Perdigão de forma sempre irreverente e, completou: "Ah, mas bastidores contra o Corinthians é forte...", finalizou com gargalhadas.

Apesar de estar no auge, o jogador se confundiu com detalhes do campeonato que aconteceu há 12 anos atrás: “Sem dúvida nenhuma o maior beneficiado foi o Corinthians. Nos jogos que voltaram eles tinham feito um ponto de quatro jogos só, depois fez seis, sete", afirmou, esquecendo-se que para o Corinthians somente dois jogos foram repetidos, e que portanto apenas seis pontos estavam em disputa.

“O fato é que quem é o campeão é o Corinthians. Tá lá com o título, o bichão entrou e tudo. A gente foi injustiçado nessa parada", lamentou.

Após a passagem pelo Internacional, em 2005, o ex-volante também atuou pelo Timão. Perdigão chegou ao Parque São Jorge em 2008, quando participou da campanha do vice-campeonato da Copa do Brasil. Embora não tenha tido destaque em campo - deixando o clube depois de 22 partidas e nenhum gol, rumo ao São Caetano, o ex-atleta foi um dos que compareceu à festa de inauguração da Arena Corinthians, quando vestiu de novo o manto alvinegro.

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians.

Veja Mais:

  • Em meio a crise, Fábio Carille seguirá no comando do Corinthians

    Diretor do Corinthians garante permanência de Fábio Carille

    ver detalhes
  • Corinthians foi superior, mas não soube converter suas chances em gol em Joinville

    Com briga no fim e vacilos, Corinthians sai atrás nas quartas da Liga Futsal

    ver detalhes
  • Com apenas 5,6, o volante Ralf foi eleito o melhor em campo pela Fiel

    Torcida do Corinthians poupa Ralf em noite de médias extremamente baixas; reserva é o pior em campo

    ver detalhes
  • Jogadoras do Corinthians Feminino se classificaram em primeiro lugar para as quartas de final

    Corinthians conhece adversário das quartas de final da Libertadores Feminina; saiba os detalhes

    ver detalhes
  • Corinthians leva a virada e perde para o Cruzeiro por 2 a 1 em Itaquera; Carille foi expulso no segundo tempo

    Corinthians não consegue afastar crise e perde de virada para o Cruzeiro pelo Brasileirão

    ver detalhes
  • Corinthians perdeu de virada para o Cruzeiro na noite deste sábado

    Com nova derrota, Corinthians pode terminar rodada fora do G6 do Brasileirão; veja tabela

    ver detalhes

Comente a notícia: