Carille elogia Corinthians, admite 'time ideal', mas manda recado a jogadores

Carille elogia Corinthians, admite 'time ideal', mas manda recado a jogadores

64 mil visualizações 81 comentários Comunicar erro

Carille aprovou desempenho do Timão em Cuiabá, mas avisou que não está satisfeito

Carille aprovou desempenho do Timão em Cuiabá, mas avisou que não está satisfeito

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag.Corinthians

A vitória do Corinthians por 2 a 0 sobre o Luverdense-MT, conquistada nesta noite de quinta-feira, na Arena Pantanal, deixou o técnico Fábio Carille contente, mas longe de satisfeito. Sincero, o comandante alvinegro, que viu sua equipe somar o sexto triunfo nos últimos sete jogos, afirmou entender que o Timão pode mostrar mais, principalmente no que diz respeito ao setor ofensivo.

“Quero mais. Foi bom, maravilhoso, evoluiu, mas quero mais. Pelas condições, o gramado alto, a gente procurou aproximar e ter mais a posse de bola. Estou muito feliz, a campanha mostra isso, mas quero mais. Houve muita desconfiança no início, mas estamos aí, do nosso jeito, trabalhando quietinho. As coisas vão acontecer”, disse Carille em entrevista coletiva.

O Corinthians definiu o triunfo em Cuiabá antes do fim do primeiro tempo. Com gols de Rodriguinho e Gabriel, o Timão abriu vantagem diante do Luverdense pela classificação à quarta fase da Copa do Brasil. Apesar do placar dilatado, a equipe alvinegra caiu de produção na etapa final, algo visto com tranquilidade pelo treinador.

“O segundo tempo, até por uma certa experiência, conversamos antes, sabíamos que ia cair. Pelo clima, é um gramado alto, por isso procuramos controlar. Tinha de ter controlado mais, o Luverdense chegou na nossa área. Temos de ter posse não ali perto, e sim na intermediária ou no campo do adversário. Mas está caminhando bem”, sintetizou o técnico, acrescentando ainda ter achado o chamado “onze ideais”.

“Sim. A forma de jogar vai ser o 4-1-4-1 ou 4-2-3-1, usamos nos clássicos. Agora é rotina, repetição, mas sempre pode aparecer uma peça nova. Está todo mundo se dedicando. Cobro minha comissão para que os melhores vão a campo. Quem está jogando não pode afrouxar, tirar o pé. Quem estiver bem, vai ter oportunidade”, frisou.

O Timão volta a enfrentar o Luverdense na próxima quinta-feira, às 19h30 (de Brasília), na Arena Corinthians. Antes, porém, tem compromisso marcado frente à Ponte Preta, domingo, no Moisés Lucarelli. Duelo este que faz Carille abrir mão de projetar o segundo e decisivo confronto com o rival mato-grossense.

“O foco do Corinthians, hoje, é a Ponte Preta. A partir de amanhã, começamos a definir para o jogo da Ponte. Depois disso, o Luverdense. Eu sou assim, é jogo a jogo”.

Questionado se pretende poupar atletas contra a Ponte, já que o Corinthians lidera com folga o ranking geral do Paulistão, Carille foi direto. “Bem provável que a gente faça algumas modificações, mas só sábado vamos decidir. Essa semana vai ser uma para cuidar de muitos jogadores. Ponte, Luverdense em casa, e Ferroviária. Temos de ajustar depois de uma sequência de jogos”, concluiu.

Veja mais em: Copa do Brasil e Fábio Carille.

Veja Mais:

  • Avelar tende a receber nova chance como titular do Corinthians na capital paranaense

    Carlos joga 45 minutos pela Seleção Sub-20, e Corinthians deve ter Avelar contra Atlético-PR

    ver detalhes
  • Carlos Augusto, que está na Seleção Brasileira Sub-20, embarca de Goiânia; Vital e os demais viajam para Curitiba saindo de São Paulo

    Com Carlos Augusto, Corinthians relaciona 23 jogadores para enfrentar o Atlético-PR

    ver detalhes
  • Corinthians caiu nas oitavas de final da Sul-Americana 2017, para o Racing (ARG)

    Menos tenso, Corinthians busca a Sul-Americana 2019; seis motivos mostram importância do torneio

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez e Matias Ávila participaram do Papo Reto desta terça-feira

    Déficit do Corinthians sobe para R$ 26 milhões, mas diretoria comemora ao comparar com 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes