Dupla brilha, Corinthians vence Luverdense e abre grande vantagem na Copa do Brasil

Corinthians Corinthians 2 x 0 Luverdense Luverdense

Copa do Brasil 2017

Dupla brilha, Corinthians vence Luverdense e abre grande vantagem na Copa do Brasil

98 mil visualizações 258 comentários Comunicar erro

Em bela jogada, Gabriel anotou primeiro gol com a camisa do Corinthians, o segundo da equipe em Cuiabá

Em bela jogada, Gabriel anotou primeiro gol com a camisa do Corinthians, o segundo da equipe em Cuiabá

Daniel Augusto Jr./Ag.Corinthians

O Corinthians deu passo importante rumo à quarta fase da Copa do Brasil na noite desta quinta-feira. Com gols de Rodriguinho e Gabriel, o Timão derrotou o Luverdense-MT por 2 a 0 na Arena Pantanal, em Cuiabá, e abriu vantagem para o confronto de volta, marcado para semana que vem.

Com seis vitórias e um empate nos últimos sete compromissos, o Timão terá a possibilidade de jogar com o regulamento embaixo do braço. Mesmo que seja superado por até um gol de diferença na Arena Corinthians, seguirá na competição de mata-mata. Mesmo placar a favor do oponente leva a decisão para as penalidades máximas.

DOMÍNIO CORINTHIANO E BANDEIRINHA ‘ENROLADO’

Troca de passes, muita movimentação dos homens de meio-campo e bolas longas para Romero, posicionado à esquerda do ataque. A postura do Corinthians nos primeiros minutos de partida em Cuiabá foi semelhante à das principais vitórias no ano, sobre Palmeiras e Santos, ainda que o estado deplorável do gramado da Arena Pantanal, sede da Copa do Mundo de 2014, prejudicasse o futebol das duas equipes.

Dono da braçadeira de capitão, Jadson tinha a missão de organizar as ações do Corinthians diante de um Luverdense fechado, disposto a abusar dos contra-ataques em velocidade. Principalmente pelo lado esquerdo, no qual o atacante Erick aproveitava a recomposição lenta do camisa 77 alvinegro para ficar no mano a mano com Fagner.

Aos 20 minutos, Rodriguinho – então único a marcar um gol pelo Corinthians na atual edição da Copa do Brasil, sobre a Caldense-MG, pela primeira fase – abriu o placar. Após tabela entre Guilherme Arana e Romero, o camisa 26 apareceu livre na pequena área e, de chapa, completou cruzamento rasteiro.

O placar elástico parecia questão de tempo. Com Jadson rondado pela marcação, Gabriel, Rodriguinho e Maycon sobravam no meio e desciam ao ataque com naturalidade, criando assim novas oportunidades de gol. Aos 24, Fagner cruzou à meia altura e contou com corte mal executado do zagueiro Neguete para a bola ir ao encontro de Maycon. O jovem volante, então, ajeitou de peito para Gabriel, que arrematou de canhota no canto esquerdo do goleiro Diogo Silva. A festa da Fiel só não foi completa porque um dos árbitros assistentes ergueu a bandeirinha depois do tento, indicando que Jô – que se abaixara no momento do chute – teria participado do lance. O juiz Leonardo Garcia Cavaleiro, por sua vez, não entendeu dessa maneira e confirmou o segundo do Corinthians no Mato Grosso. De quebra, o primeiro do camisa 5 pelo clube.

“Conseguimos rodar bem a bola, achar espaço. Conseguimos fazer dois gols, sofremos um pouco no final. Temos que manter da mesma forma para ampliar o placar”, disse Rodriguinho, um dos protagonistas do Timão desde o segundo semestre de 2016, antes de seguir para o vestiário.

‘FREIO DE MÃO’ E PRESSÃO RIVAL DESNECESSÁRIA

Se na primeira etapa o time comandado por Fábio Carille não deu margem ao erro, não há como dizer o mesmo do começo do período complementar. Sem o ímpeto ofensivo de antes, o Timão claramente puxou o freio de mão e chamou o Luverdense para seu campo, descartando a chance de propor o jogo na Arena Pantanal.

Carille logo lançou duas mudanças na equipe: sacou Jô e Romero para as respectivas entradas de Kazim e Léo Jabá. Apesar das trocas focadas no setor ofensivo, foram os defensores que precisaram mostrar serviço, especialmente Cássio. O goleiro alvinegro, que mal pegara na bola nos 45 minutos iniciais, espalmou ao menos três chutes de fora da área do time mato-grossense.

Marlone foi a última escolha do técnico do Timão para deixar o banco de reservas, na vaga de Jadson, e quem sabe abrir vantagem ainda maior. Mas o futebol apresentado pelo Luverdense não foi páreo para o Corinthians, que voltou a mostrar padrão de jogo e abriu vantagem para seguir no torneio nacional.

A equipe do Parque São Jorge volta a enfrentar o Luverdense na próxima quinta-feira (16), às 19h30, na Arena Corinthians. Antes, porém, mede forças com a Ponte Preta, neste domingo, às 16h (de Brasília), no Moisés Lucarelli. A partida será válida pela oitava rodada do Campeonato Paulista.

ESCALAÇÕES

Corinthians: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel; Jadson (capitão), Rodriguinho, Maycon e Ángel Romero; Jô.

Luverdense: Diogo Silva; Aderlan, Neguete, Dalton e Paulinho; Ricardo, Diogo Sodré, Rafael Silva e Marcos Aurélio; Erick e Macena.

Veja mais em: Copa do Brasil, Rodriguinho e Gabriel.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida entre Corinthians e Luverdense

  • 1000 caracteres restantes