Após gol de cabeça pelo Corinthians, Jabá revela medo na infância e ajuda do pai

Após gol de cabeça pelo Corinthians, Jabá revela medo na infância e ajuda do pai

Por Meu Timão

2.1 mil visualizações 31 comentários Comunicar erro

Léo Jabá agradeceu ajuda do pai após gol nesta quarta-feira

Léo Jabá agradeceu ajuda do pai após gol nesta quarta-feira

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Após marcar o primeiro gol como jogador profissional do Corinthians na vitória por 3 a 1 sobre o Linense nesta quarta-feira pelo Campeonato Paulista, o atacante Léo Jabá ficou emocionado.

O atacante, que tem como característica principal suas arrancadas e dribles, fez o seu primeiro gol de cabeça, e segundo ele, o maior responsável por isso é seu pai, Silvan Lima. Jabá recordou que na sua infância tinha medo de cabecear a bola e foi o seu pai que o ajudou a treinar e vencer o problema.

"Desde pequeno eu fazia muitos gols, mas sempre com velocidade, de falta. Mas eu tinha medo de cabecear e sempre fechava os olhos. A gente ia para a praia, ele pegava a bola dentro da água e mandava eu cabecear. Eu falava que não gostava, mas ele mandava. Tenho que agradecer muito a ele", disse o camisa 37 corinthiano, antes de deixar a Arena Corinthians nesta quarta-feira.

"Ele até brincava quando eu jogava na Associação Paulista. Falava que gol de cabeça valia R$ 100. Fico muito feliz por ele acreditar em mim. Ele estava aqui na Arena e fui entregar a camisa para ele. Só tenho de agradecer por ele pegar no meu pé. É coisa de pai: quando acredita, acontece", afirmou o atacante.

Jabá ainda disse ter seguido os conselhos do seu pai à risca, principalmente quando viu a bola de Arana vindo em sua direção: "Eu cabeceava fechando os olhos e perdia a direção. Quando vi a bola, eu falei: 'é agora'. Fui com o olho aberto e fiz", explicou Jabá.

O atacante destacou também que o gol se tornou mais especial por ter sido na Arena Corinthians e por ter sido visto pelo seu pai, que estava no estádio nesta quarta-feira e ainda recebeu a camisa do filho.

"Ele sempre pede camisa. Acaba o jogo, olho o celular, vejo parabéns dele e o pedido da camisa. É coisa de pai. Fico feliz por realizar o sonho dele e meu. Não tinha melhor lugar para marcar o primeiro gol", finalizou o atacante.

Jabá fez sua estreia no time profissional no último Campeonato Brasileiro, contra o Internacional. Em 2017, se destacou na Seleção Brasileira Sub-20 no Sul-Americano do Equador, o que fez com que ele ganhasse espaço no elenco corinthiano. Com Carille, Jabá já atuou 11 vezes, sendo sete como titular.

Veja mais em: Léo Jabá.

Veja Mais:

  • Corinthians e São José se enfrentam na noite desta quarta-feira

    Fora de casa? Sem problema! Final da Liga Ouro tem transmissão na TV nesta quarta-feira

    ver detalhes
  • Léo Jabá tem contrato de cinco temporadas com o FC Akhmat Grozny

    Jabá encaminha transferência à Grécia, e Corinthians pode ganhar mais de R$ 4 milhões

    ver detalhes
  • Maldonado atendeu a reportagem do Meu Timão no hotel na cidade de Atibaia

    Maldonado relembra estágio no Corinthians e cita três jogadores que gostaria de levar ao Colo-Colo

    ver detalhes
  • Eduardo Barroca é técnico do Sub-20 do Corinthians há pouco mais de duas semanas

    Novo técnico do Corinthians Sub-20 é convocado como auxiliar da Seleção Brasileira

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes