Carille vibra com desempenho do Corinthians no Sul: 'Melhor partida fora de casa'

Carille vibra com desempenho do Corinthians no Sul: 'Melhor partida fora de casa'

2.9 mil visualizações 44 comentários Comunicar erro

Carille elogiou postura do Timão no Beira-Rio e prometeu 'imposição' para duelo da volta

Carille elogiou postura do Timão no Beira-Rio e prometeu 'imposição' para duelo da volta

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O empate eletrizante entre Corinthians e Internacional nesta quarta-feira, no estádio Beira-Rio, por 1 a 1, foi comemorado pelo técnico alvinegro, Fábio Carille. Em entrevista coletiva após o primeiro confronto da quarta fase da Copa do Brasil, o treinador elogiou o desempenho se sua equipe e apontou o embate como a melhor atuação do Timão longe da Arena.

Dos jogos fora de casa, com certeza esse foi o melhor. Palmeiras primeiro tempo foi bom 11 contra 11, depois foi superação. Jogo contra Santos também. E hoje foi a melhor partida do Corinthians comigo jogando fora de casa”, disse Fábio Carille.

Depois de um primeiro tempo franco, com chances perdidas pelos dois lados, Carille promoveu importante mudança tática no time: trouxe Clayton, que jogava como “falso 9”, para o setor esquerdo do ataque. Marquinhos Gabriel, então, passou a atuar pelo meio, enquanto Romero, pela direita.

“Perdemos o controle do jogo num momento e aí troquei o Marquinhos e ele (Clayton), para levar a bola para dentro, ter um pouquinho o controle do jogo. Só mudei as características dos jogadores”, explicou Carille, que enalteceu o time gaúcho de Antônio Carlos Zago.

“Time que buscou muito aproximação, jogadores técnicos, Uendel, Edenílson, D’Alessandro jogou muito bem. Equipe bem treinada”.

O gol do Corinthians foi marcado por Romero após assistência de Guilherme Arana, a sexta do lateral-esquerdo na temporada. Rodrigo Dourado, em lance oriundo de escanteio questionável, empatou o jogo. Para Carille, o esquadrão alvinegro necessita melhorar no que diz respeito a passes curtos para criar mais oportunidades de gol.

“É o que a gente vem trabalhando, quando acertarmos os passes simples, vamos chegar mais e os gols vão melhorar. Os goleiros apareceram porque foi um jogo aberto”, frisou o treinador, já projetando o confronto de volta, na Arena Corinthians, na próxima quarta-feira.

“A gente sabe que jogar em casa sempre há diferença, Inter tentou usar a força de sua casa e lá vai ser assim, o poder de jogar em Itaquera. Vantagem mínima, não podemos ficar retraídos para jogar no erro, vamos impor nossa força”, finalizou.

O Corinthians agora vira a chave e se volta à disputa do Campeonato Paulista. A primeira semifinal contra o rival São Paulo acontece no domingo, às 19h, no estádio do Morumbi.

Veja mais em: Copa do Brasil.

Veja Mais:

  • Em baixa na Alemanha, Jonathas volta à pauta do Corinthians, que busca empréstimo

    Corinthians volta a ter interesse no centroavante Jonathas

    ver detalhes
  • Gabriel e Guilherme conversaram com o Meu Timão no Parque São Jorge

    Mãe vira-casaca, sonho inglês e até 10 a 0 na Croácia: conheça os gêmeos do Sub-17 do Corinthians

    ver detalhes
  • Jorge Luis Pinto é torcedor do Corinthians em solo brasileiro

    Técnico sensação da Copa-2014 pela Costa Rica fala em sonho de treinar Corinthians

    ver detalhes
  • Rio, Maceió e até Califórnia: jogadores do Corinthians curtem 'férias forçadas'; veja destinos

    Rio, Maceió e até Califórnia: jogadores do Corinthians curtem 'férias forçadas'; veja destinos

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes