Feliz, Cássio valoriza possibilidade de ser capitão em final e fala em respeito do torcedor

Feliz, Cássio valoriza possibilidade de ser capitão em final e fala em respeito do torcedor

3.3 mil visualizações 46 comentários Comunicar erro

Cássio integra rodízio de capitães do Corinthians desde 2015

Cássio integra rodízio de capitães do Corinthians desde 2015

Foto: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

A chance de utilizar a tarja de capitão do Corinthians na decisão do Campeonato Paulista 2017, neste domingo, na Arena, contra a Ponte Preta, motiva o goleiro Cássio. Escolhido para conceder entrevista coletiva nesta tarde de quarta-feira no Timão, o jogador, que ostenta a marca de 278 jogos pelo clube, não escondeu a felicidade por ser apontado, por muitos torcedores, o candidato ideal a vestir o adereço na final estadual e, em caso de vitória, erguer o possível troféu.

“É legal essa situação de poder levantar a taça, mas o bom é ser campeão. Não ganhamos nada ainda, conseguimos um bom placar, mas a gente sabe que vai ser bem difícil. Em casa, diante da nossa torcida, tem de focar primeiro no título. Se eu for capitão, vou ficar muito feliz, mas isso fica em segundo plano. Se conseguirmos o título e eu for o capitão, será uma alegria muito grande. Mas todos que foram capitães são merecedores”, disse Cássio na sala de imprensa do CT Joaquim Grava.

Em enquete promovida pelo Meu Timão na última terça-feira, Cássio foi escolhido para ser capitão da equipe alvinegra diante da Ponte Preta por 66,1% dos leitores – quase dois mil corinthianos participaram da votação. Sincero, o camisa 12 disse estar contente com o carinho retribuído pela Fiel e pela boa fase dentro de campo.

“Fico feliz com os votos da torcida. O respeito que o torcedor tem comigo, pelo tempo de trabalho, e dentro de campo sempre tento fazer meu melhor, ajudo o Corinthians dentro e fora de campo. É muito legal ganhar enquetes, essas coisas, é muito gratificante. O torcedor corinthiano respeita minha história”, declarou.

Leia mais: Corinthians já estuda homenagear Cássio na final do Paulistão

“Lógico que tenho esse desejo, não só meu, mas de todos os companheiros. Mas primeiro vamos focar em conquistar os títulos. Fala-se que já ganhou, mas não é bem assim. Querendo ou não, a Ponte vem para o tudo ou nada. Temos de confirmar o título, fazer uma grande partida em casa, nós vamos em busca da vitória. Confirmado o título, penso no capitão”.

Com a vantagem por 3 a 0 conquistada na partida de ida, em Campinas, o Corinthians se sagrará campeão paulista mesmo se for derrotado por placar igual a dois gols de diferença. Ainda assim, o elenco alvinegro tem tomado cuidado para evitar qualquer indício de soberba nos dias que antecedem o confronto decisivo.

“É muito legal você ser campeão na frente da sua torcida. Sabemos que todos os ingressos foram vendidos, até para nossos familiares está difícil conseguir ingresso. Temos de confirmar o título, não ganhamos nada ainda. Sabemos como é difícil jogar contra a Ponte Preta. Em meu sexto ano de Corinthians, foi a primeira vez que consegui ganhar da Ponte em Campinas neste ano. Temos de ser humildes”, concluiu.

Veja mais em: Cássio e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Corinthians e São José voltam a se enfrentar pelas finais da Liga Ouro nesta segunda

    Corinthians joga nesta segunda no Parque São Jorge para se reabilitar nas finais da Liga Ouro

    ver detalhes
  • Thiaguinho é um dos mais cotados a substituir Maycon no Corinthians

    Emprestados, contratação e opções no elenco: a 'volância' do Corinthians pós-Maycon

    ver detalhes
  • Ralf marcou o gol do Corinthians no empate de 1 a 1 contra o Deportivo Táchira

    Corinthians e Libertadores-2012 animam internautas após tropeço do Brasil na estreia da Copa

    ver detalhes
  • Maycon assinou com o clube ucraniano e já posou para fotos com a nova camisa que defenderá

    Maycon deixa Corinthians e assina contrato de cinco anos com Shakhtar Donetsk

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes