Cássio exalta comando de Carille no Corinthians e almeja Seleção Brasileira

Cássio exalta comando de Carille no Corinthians e almeja Seleção Brasileira

2.7 mil visualizações 27 comentários Comunicar erro

Cássio exaltou o trabalho do técnico Fábio Carille após vitória de 2 a 0 sobre o Santos

Cássio exaltou o trabalho do técnico Fábio Carille após vitória de 2 a 0 sobre o Santos

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

O Corinthians do técnico Fábio Carille foi alvo de grande elogios do goleiro Cássio após a vitória de 2 a 0 no clássico contra o Santos, na noite deste sábado. O jogador ressaltou o bom desenvolvimento do grupo alvinegro sob o comando do treinador e os resultados que a equipe vem apresentando neste início de temporada. E com a fase crescente, o arqueiro não deixou de comentar uma futura convocação à Seleção Brasileira.

Com o resultado deste final de semana, o Corinthians se consolidou na liderança do Campeonato Brasileiro, que vive a sua quarta rodada. A equipe alvinegra venceu o rival tendo vantagem no desempenho em campo e no placar, com gols de Romero e Jô. Ainda assim, mesmo destacando o trabalho de Carille no elenco, Cássio não deixou de manter os pés no chão para o decorrer da competição nacional.

“Bom, né, importante, mostra a força do grupo. Muitas peças e a gente continua com consistência. Isso é fruto do nosso trabalho. Temos um comandante que trata a todos igual. Vamos continuar nessa média para continuarmos entre os primeiros”, disse Cássio enquanto deixava a Arena Corinthians, palco do clássico deste sábado.

“Nós temos um grupo bem qualificado, muitos são experientes, a gente trabalha o dia a dia. Mesmo com a vitória do Paulista não ficamos na situação de se acomodar. Acho que o Fábio é o grande mentor disso, não é por acaso, não ‘caiu de paraquedas’, como falam. Ele, juntamente com seus auxiliares, vem fazendo um excelente trabalho”, completou.

Não tão exigido neste final de semana, Cássio completou o seu 18º jogo sem levar gols de adversários em 2017. Mesmo projetando uma possível convocação na Seleção Brasileira do técnico Tite, o jogador ressaltou a importância na continuidade do trabalho para o feito – conquistado pelo lateral-direito Fagner e pelo meia Rodriguinho, que apareceram na lista de convocados da equipe nacional.

“Eu almejo, lógico. Sem desrespeitar quem vem sendo convocado, quero fazer meu melhor no Corinthians e chegar à Seleção. Tenho de fazer meu trabalho. Se for da opção dele me chamar, ficarei muito feliz. Essa vez acabei não sendo convocado e estarei na torcida pelo Fagner, pelo Rodriguinho e pelo Romero na seleção paraguaia”, finalizou.

Veja mais em: Cássio, Fábio Carille e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Reservas fizeram uma atividade de um contra um durante boa parte desta terça-feira

    Treino do Corinthians tem ausência de titulares, um contra um dos reservas e goleiros no futevôlei

    ver detalhes
  • Loss embarcará em estágio no Velho Continente; Jair possui outros três auxiliares

    Corinthians autoriza e Osmar Loss realizará estágio na Europa

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez e Carlos Elias detalharam informações de troca de ingressos para treino aberto

    Corinthians divulga informações do treino aberto na Arena antes de decisão contra Flamengo

    ver detalhes
  • Ídolo do Timão, Sócrates foi um dos pilares da Democracia Corinthiana

    Jornalista palmeirense sai em defesa da Democracia Corinthiana ao criticar Felipe Melo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes