Em alta no Rio, Jean desconversa sobre retorno ao Corinthians

9.8 mil visualizações 54 comentários

Por Meu Timão

Jean (à esq.) ao lado de Nenê, também do Vasco

Jean (à esq.) ao lado de Nenê, também do Vasco

Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Maior “ladrão” de bolas do Campeonato Brasileiro, o volante Jean não quer pensar no Corinthians agora. Emprestado ao Vasco pelo Timão, o jogador de 22 anos, titular absoluto sob o comando de Milton Mendes, pretende “deixar sua marca” na equipe carioca antes de, quem sabe, ser reintegrado ao elenco alvinegro, hoje treinado por Fábio Carille.

“Eu estou emprestado até dezembro. Só que eu estou com o coração em paz aqui (no Vasco). Quando eu saí do Corinthians, conversei com o Carille e falei que estava indo para o Vasco na expectativa de criar algo novo, deixar um legado também. Eu não quero chegar e pensar que em dezembro eu preciso ir embora. Quero pensar no hoje”, afirmou Jean, em participação no programa Tá na Área, do SporTV.

Leia também:
Corinthians adota cautela e aguarda por reunião com pai de Castán
Sombra de Cássio, Walter recebe conselho para deixar Corinthians

Jean foi contratado do Paraná Clube em agosto de 2016, mas só foi testado em dois jogos do Corinthians no segundo semestre. Sem espaço no Parque São Jorge, foi cedido ao time de São Januário no início da temporada. O volante de características defensivas é o principal desarmador da Série A, com 25 roubos de bola – a efeito de comparação, o melhor do Timão no fundamental é o lateral-direito Fagner, apenas o 14º colocado segundo ranking do Footstats.

“Estou vivendo uma grande fase no Vasco e estou aprendendo muito. Essa é a primeira Série A que eu jogo. Cada jogo que passa é tudo muito novo. Você marca o Luan em um jogo contra o Grêmio, depois você marca o Jadson, o Osvaldo e vai para Chapecó. É um nível muito alto o Campeonato Brasileiro. Eu estou feliz de estar no Vasco, muito realizado e não quero parar por aqui. Quero cada dia mais”, comentou o jogador, que revelou ter gosto pela marcação desde a infância.

“Desde pequeno, seu sempre fui um volante de marcação. Como eu jogava na escolinha do meu pai, quando era pequeno, ele brinca: 'Tentei colocar você como meia, como atacante e você já estava correndo para desarmar'. Eu sempre brinco com o meu pai, dizendo que não tinha jeito. Era a minha função. Deixa eu ser cão de guarda que está bom (risos)”, finalizou.

Veja mais em: Jean Carlos, Mercado da bola e Jogadores emprestados.

Veja Mais:

  • Último jogo do Corinthians foi no dia 15 de março, com Arena vazia

    FPF define data para retorno do Paulistão e aguarda aval das autoridades para anunciar retomada

    ver detalhes
  • Primeiras imagens das novas joias do Corinthians treinando com Tiago Nunes | G. Pereira, Roni, Ruan e Donelli

    VÍDEO: Primeiras imagens das joias do Corinthians com Tiago Nunes: G. Pereira, Roni, Ruan e Donelli

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez aguarda dinheiro de Pedrinho, mas transferência do meia ao Benfica-POR já estará contabilizada no balancete de 2020

    Corinthians prepara balancete de 2020 e incluirá dívida de mais de R$ 20 milhões com J. Malucelli

    ver detalhes
  • Léo Santos fez o trabalho com o restante do grupo

    Léo Santos volta a treinar normalmente com bola no Corinthians e vibra: 'Nem consegui dormir'

    ver detalhes
  • Léo Natel jogou emprestado no futebol do Chipre

    Léo Natel inicia bateria de exames e já tem data limite para ser anunciado pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Maria Luiza, de 2, e Felipe, de 5 anos, já têm seus respectivos totens na Arena Corinthians

    Filhos de Cássio estarão na arquibancada da Arena Corinthians após paralisação

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: