Felipe vai à Arena Corinthians e é ovacionado pela torcida; zagueiro pode render milhões

Felipe vai à Arena Corinthians e é ovacionado pela torcida; zagueiro pode render milhões

113 mil visualizações 38 comentários Comunicar erro

Felipe foi à Arena Corinthians nesta quinta-feira

Felipe foi à Arena Corinthians nesta quinta-feira

Foto: Divulgação/Corinthians

Felipe foi rever o Corinthians, a Arena e alguns dos seus ex-companheiros na noite desta quinta-feira, quando a equipe enfrentou o Bahia, pelo Brasileirão.

O zagueiro, que veste a camisa do Porto (POR) desde maio do ano passado, apareceu no telão do estádio e foi ovacionado pelo mais de 30 mil torcedores do Timão. O defensor agradeceu pelo reconhecimento da Fiel, que o viu ser um dos melhores jogadores da campanha do título brasileiro em 2015.

O zagueiro ainda poderá render muita alegria ao clube. Mais precisamente, aos cofres do clube. Tudo porque, o clube de Portugal deverá mesmo exercer a prioridade de compra que está em contrato e comprará os últimos 25% dos direitos econômicos que pertencem ao Timão. O Porto pagará os € 4,5 milhões (R$ 15 milhões) que foram acordados entre as partes para a liberação do zagueiro em 2016, quando o Porto desembolsou outros € 6 milhões (R$ 24 milhões). A soma dos dois valores elevará a transferência de Felipe a R$ 39 milhões, valor esse que representará a segunda maior da história do clube.

O zagueiro, que foi bancado por Tite quando nem torcida nem diretoria confiavam mais, só ficará atrás de Paulinho. O volante foi vendido ao Tottenham (ING) em 2013 por € 20 milhões, que na época correspondia a R$ 59 milhões. O ex-camisa 8, que segue brilhando na China e na Seleção Brasileira, foi a maior venda corinthiana em 106 anos.

A cifra total da transferência de Felipe ultrapassará, assim, o valor desembolsado pelo Shandong Luneng para tirar Gil da zaga do Corinthians. Em janeiro do ano passado, os chineses pagaram € 9 milhões (R$ 38 milhões). O zagueiro deixará para trás também o meia Renato Augusto, comprado pelo Beijing Guoan (CHN) no mesmo ano por € 9 milhões (R$ 35 milhões). A famosa venda do meia William, recém-chegado à equipe profissional, para o Shakhtar Donetsk (UCR), em 2007, por US$ 19 milhões (R$ 30 milhões) agora passa a ser a quinta maior da história.

Vale lembrar que os R$ 39 milhões não serão apenas de lucro ao Corinthians, já que o clube desembolsou R$ 13 milhões em janeiro do ano passado para comprar a metade dos direitos econômicos que pertenciam ao Banco BMG - outros 50% já estavam de posse do clube.

Em tempo: esses valores acima são referentes as transferências totais dos jogadores, não levando em consideração o percentual que ficou com o Corinthians nas ocasiões. A saber: Gil (90%), Renato Augusto (50%) e Paulinho (50%).

As maiores vendas da história do Corinthians:

Paulinho (Tottenham-ING, 2013, R$ 59 mi) - € 20 mi

Felipe (Porto-POR, 2016 e 2017, R$ 24 mi + R$ 15 mi = R$ 39 mi) - € 6 mi e € 4,5 mi*

Gil (Shandong Luneng-CHN, 2016, R$ 38 mi) - € 9 mi

Renato Augusto (Beijing Guoan-CHN, 2016, R$ 35 mi) - € 8 mi

William (Shakhtar Donetsk-UCR, 2007, R$ 30 mi) - US$ 19 mi

*Pode acontecer nos próximos dias.

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians.

Veja Mais:

  • Atletas também serão envolvidos em ação que visa estimular transplantes de órgãos e tecidos

    Corinthians abraça campanha e apagará próprio escudo em prol da doação de órgãos

    ver detalhes
  • Conheça a incrível história de Jadson, camisa 10 do Corinthians | #85

    VÍDEO: Conheça a incrível história de Jadson, camisa 10 do Corinthians | #85

    ver detalhes
  • Mateus Vital deve ser novidade entre os titulares do Corinthians contra o Internacional

    Jair Ventura testa escalação do Corinthians com Mateus Vital e sem centroavante

    ver detalhes
  • Ex-Corinthians, Maycon marcou golaço em estreia na Liga dos Campeões

    Maycon sai do banco, acerta 'canhão' e vive noite de herói em estreia na Liga dos Campeões

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes