Balbuena explica desvio em gol e valoriza partida do Corinthians: 'Não tem porque abalar'

Balbuena explica desvio em gol e valoriza partida do Corinthians: 'Não tem porque abalar'

Por Meu Timão

Zagueiro tentou afastar chute de Otávio e acabou matando qualquer reação de Cássio

Zagueiro tentou afastar chute de Otávio e acabou matando qualquer reação de Cássio

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Um dos pilares da melhor defesa do Campeonato Brasileiro, Balbuena foi protagonista do gol que selou o empate por 2 a 2 entre Corinthians e Atlético Paranaense. Apesar da direta influência no tento adversário, é consenso entre a torcida que não houve falha e sim infelicidade por parte do defensor.

"Faz parte, eu tentei tirar a bola, acabei desviando e enganei o Cássio com esse desvio. Obviamente eu queria tirar a bola, mas ela veio muito forte. É isso aí, eles chegaram ao empate com esse gol. O jogo estava controlado, não tem porque se abalar, a gente sabia que o jogo ia ser difícil como todos", lamentou o camisa 4 após o término da partida.

Leia também:
Treinador do Corinthians rechaça tropeço, comemora desempenho e agradece à torcida
Jô fala em 'infelicidade' e garante equipe com a cabeça tranquila
Fagner não vê desempenho abaixo em empate, mas admite chances desperdiçadas

Com um ponto na conta, o Corinthians pode ver sua vantagem cair de dez para oito pontos em relação ao Grêmio, segundo colocado do Brasileirão. Apesar do tropeço, por se tratar de uma partida em casa, Balbuena não pensa na diferença e acredita que o rendimento da equipe reforça que o trabalho está sendo bem feito.

"Quarta-feira tem jogo de novo e a gente não vai mudar nada. A gente não pensa em vantagem porque sabemos que tem muito jogo pela frente. Se ganhássemos hoje, nossa cabeça, nosso foco, ia ser a mesma coisa, não tem por quê mudar e a gente sabe que não ganhamos nada ainda, mesmo tendo uma grande vantagem. Ainda não acabou nem o primeiro turno. A gente está no caminho certo", frisou.

Após o término da partida, grande parte da mídia relembrou a declaração de Renato Gaúcho, que cravou a queda de rendimento do Corinthians, além de garantir que o clube vai "despencar na tabela". Assim como tem sido o discurso geral no Timão, o defensor paraguaio preferiu dar de ombros para a declaração.

"Comentário, né? Cada um pode falar o que quer, antes do início da temporada todo mundo falava que o Corinthians era a quarta força. Mas é coisa que fica lá fora, a gente só foca nas coisas que a gente tem que melhorar e encarar de uma boa forma os jogos que a gente tem. Agora é descansar porque quarta tem jogo difícil também", concluiu.

Veja mais em: Balbuena e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Em vídeo, Gabriel reitera desculpas por gesto obsceno: 'Não faz parte do meu caráter'

    Em vídeo, Gabriel reitera desculpas por gesto obsceno: 'Não faz parte do meu caráter'

    ver detalhes
  • Clayson comemora gol sobre o São Paulo, o primeiro dele pelo Timão

    Na raça! Clayson decide, Corinthians empata no Morumbi e mantém invencibilidade contra rival

    ver detalhes
  • Líder do Brasileirão, Corinthians empatou com o São Paulo por 1 a 1 neste domingo

    Com tropeço do Grêmio, Corinthians vê rivais se aproximarem na tabela; veja classificação

    ver detalhes
  • Clayson assegurou empate fora de casa ao Timão

    Cássio brilha, mas reserva é eleito o melhor do Corinthians no clássico; Jadson destoa

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes