Corinthians despencar? Técnico do Grêmio explica declaração e pede desculpas ao Timão

Corinthians despencar? Técnico do Grêmio explica declaração e pede desculpas ao Timão

Por Meu Timão

Renato Portaluppi mudou de tom e até pediu desculpas ao Corinthians

Renato Portaluppi mudou de tom e até pediu desculpas ao Corinthians

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA/Divulgação

Depois de afirmar que o Corinthians “despencaria” no Campeonato Brasileiro, o técnico do Grêmio, Renato Portaluppi, se desculpou. O treinador concedeu coletiva neste domingo, após a vitória de sua equipe por 3 a 1 sobre a Ponte Preta, e explicou a declaração dada por ele na última quarta-feira, quando cravou a queda do líder Timão.

“Peço desculpas porque me posicionei mal após o jogo do Flamengo. Disse que o Corinthians despencaria. Peço desculpas. (Quis dizer que) Ele tropeçaria. Despencar fica muito mais difícil, mas vai tropeçar”, disse Portaluppi, em entrevista na sala de imprensa da Arena do Grêmio.

Sincero, o comandante ressaltou que o Grêmio precisa se ater aos seus jogos daqui em diante para, quem sabe, diminuir a diferença de pontos para o Corinthians, hoje de oito. “Acima de tudo, o Grêmio precisa fazer a parte dele. Não adianta o Corinthians tropeçar se o Grêmio não fizer. Não quero tirar os méritos do Corinthians. Pelo contrário. O Corinthians está lá por méritos, mas tropeçará. É normal”, acrescentou. “O Grêmio não pode ficar tropeçando para se distanciar do pelotão que está atrás para depois ver o que ocorre com o Corinthians”.

Leia também:
Desespero? Torcedores rivais vibram com empate do líder Corinthians; veja comentários
Cássio dá de ombros às declarações de rivais: 'Eu me preocupo com o Corinthians'
Carille nega incômodo com discurso de Renato Gaúcho: 'Isso é muito pequeno'

Corinthians e Grêmio voltam a campo já nesta quarta-feira. A equipe paulista vai à Ressacada, em Florianópolis, e encara o Avaí, enquanto o time gaúcho visita o Vitória no Barradão. Para Portaluppi, a competição nacional será definida apenas nas últimas rodadas.

“Quem está lá embaixo ainda pode brigar. E quem está à frente, se tropeçar, cairá e perderá posições. Há um pelotão chegando com qualidade grande. Não acabou o primeiro turno. Muita coisa ocorrerá. Todo mundo tropeçará. O campeonato é longo, difícil”, concluiu.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Zé Rafael, de 24 anos, tem contrato com o Bahia até 2020

    Corinthians reforça interesse em Zé Rafael, mas tem de esperar até 9 de dezembro; entenda

    ver detalhes
  • Romero não jogará contra o Atlético-MG, mas estará na Arena Corinthians

    Mesmo suspenso, Romero tem duas metas para jogo da festa contra o Atlético-MG no domingo

    ver detalhes
  • Carille quer contar com seu reserva imediato em 2018

    Permanência de Walter é desejo de Carille, mas técnico já tem plano B em caso de saída

    ver detalhes
  • Na Série B do Brasileirão pelo Internacional, Leandro Damião entrou na mira do Timão

    Corinthians inicia sondagem sobre centroavante do Internacional

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes