Quatro meses depois, Giovanni Augusto esclarece negociação entre Corinthians e Internacional

Quatro meses depois, Giovanni Augusto esclarece negociação entre Corinthians e Internacional

Por Meu Timão

Giovanni Augusto deu de ombros para 'polêmica' negociação entre Corinthians e Internacional

Giovanni Augusto deu de ombros para 'polêmica' negociação entre Corinthians e Internacional

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Quase quatro meses após Corinthians e Internacional negociarem uma possível troca envolvendo Giovanni Augusto e Valdívia, o meia alvinegro veio a público falar sobre o assunto. Em entrevista concedida ao programa Bate-Bola, da ESPN Brasil, nesta quinta-feira, o camisa 17 explicou o porquê de ter recusado a investida gaúcha, optando por seguir no Timão.

"Naquela ocasião eu procurei não falar muito, porque você diz uma coisa e as pessoas entendem outra. Então é melhor falar quando se está com a cabeça tranquila e fria", começou.

"O mais importante a se dizer é que em momento algum eu quis desmerecer a equipe do Internacional, pelo contrário, é uma grande equipe, uma das maiores do Brasil. Não foi pelo fato da equipe estar jogando a Série B, e sim pelo fato de eu ver que não tinha acabado meu ciclo no Corinthians", esclareceu.

Na época, o Corinthians vivia uma espécie de "mini reformulação", que atingiria em cheio o pacote de reforços de 2016: Guilherme e Marlone foram emprestados, respectivamente, para Atlético-PR e Atlético-MG. Giovanni Augusto estava a caminho do Internacional. Apenas Marquinhos Gabriel, àquela altura, parecia receber voto de confiança da comissão técnica.

Giovanni Augusto segue no Corinthians; Guilherme, não

Giovanni Augusto segue no Corinthians; Guilherme, não

Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Já na reta final das conversas entre dirigentes de Corinthians e Internacional, contudo, Giovanni Augusto bateu o pé pela permanência no Timão. Rapidamente recebeu apoio de Carille, que assumiu a missão de "recuperar" o futebol do camisa 17.

"Sei do meu potencial, sei o quanto a torcida me abraçou quando eu cheguei, sei que fiz bons jogos, vivi bons momentos aqui no clube", argumentou Giovanni Augusto.

O problema é que o meia, menos de duas semanas após o fim da negociação, sofreu uma lesão muscular. Após longo período de recuperação, o jogador vem sendo aproveitado apenas agora, na reta final do primeiro turno do Brasileirão. Contra Fluminense e Patriotas, engatou sequência de dois jogos como titular.

"Queria resgatar isso, poder mostrar para a torcida, que sempre demonstrou um carinho muito grande por mim, que eu possa dar alegria para eles novamente. Então esse foi o principal motivo de eu ter escolhido ter ficado aqui no Corinthians", concluiu.

Vale lembrar que Giovanni Augusto vive a expectativa de atuar como titular pela terceira partida consecutiva. Isso porque o técnico Fábio Carille está em dúvida com relação à escalação do Timão para o confronto de domingo, contra o Flamengo. Sem Jadson, o treinador tem de decidir entre Marquinhos Gabriel ou o próprio Giovanni Augusto.

Veja mais em: Giovanni Augusto e Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Na Série B do Brasileirão pelo Internacional, Leandro Damião entrou na mira do Timão

    Corinthians inicia sondagem sobre centroavante do Internacional

    ver detalhes
  • Timão monitorava situação de Roger, em fim de contrato no Botafogo

    Alvo do Corinthians, centroavante Roger fecha com clube gaúcho

    ver detalhes
  • Vilson só deve retornar aos treinos em fevereiro do ano que vem

    Vilson passa por nova cirurgia no joelho e deve perder pré-temporada do Corinthians; veja foto

    ver detalhes
  • Assim como no Paulistão, Cássio será o escolhido para levantar a taça do Brasileiro

    Carille define qual jogador do Corinthians vai levantar a taça do Campeonato Brasileiro de 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes