Milton Cruz volta à Arena Corinthians após o 6 a 1 e se impressiona com a equipe de Carille

Milton Cruz volta à Arena Corinthians após o 6 a 1 e se impressiona com a equipe de Carille

72 mil visualizações 104 comentários Comunicar erro

Milton Cruz foi à Arena Corinthians pela primeira vez após o 6 a 1

Milton Cruz foi à Arena Corinthians pela primeira vez após o 6 a 1

Foto: Reprodução/TV

Milton Cruz foi visitar Luxemburgo na concentração do Sport na capital paulista, e acabou convidado para acompanhar a delegação na partida contra o Corinthians, disputada na noite deste sábado, em Itaquera. E se impressionou com a equipe de Fábio Carille. Em entrevista exclusiva ao Meu Timão após o jogo, o ex-auxiliar do São Paulo, que atualmente procura um clube na função de treinador, garantiu que o Timão é ainda melhor ao ver de perto.

"É melhor ver de perto do que na TV, deu para ver toda a movimentação. O Corinthians está no caminho certo, encaixou um sistema de jogo, os jogadores que são obedientes taticamente, cumprem tudo o que o Carille pede, e também tem a união do grupo. No São Paulo, a gente sempre falava: a vitória chama vitória. Então, vamos adiar ao máximo para não perder a confiança", afirmou Milton, que ainda destacou a defesa alvinegra, com apenas nove gols tomados em 19 jogos.

"A defesa num esquema de jogo é fundamental. Não tomar gol é um passo para sair com a vitória. A gente usava muito a bola parada, ganhávamos de 1 a 0, que era goleada. Ter uma defesa sólida é fundamental mesmo", completou.

Na sua visão, os jogadores enxergam no treinador um exemplo a ser seguido e ajudado. Milton Cruz, que fez amizade com Carille durante um curso da CBF na Granja Comary, no Rio de Janeiro, rasgou elogios ao trabalho do comandante alvinegro.

"As coisas estão acontecendo também porque tem um treinador que os jogadores estão correndo por ele, é humilde e merecedor de tudo que está acontecendo", lembrou o ex-são-paulino, que vê em Carille um profissional mais corajoso do que ele durante sua passagem no Morumbi.

"Eu fico feliz de ver um auxiliar indo bem. No São Paulo, eu tive a chance de ser treinador mas nunca quis ser. Hoje o Carille teve essa coragem, como Jairzinho, Zé Ricardo... fizemos todos o curso juntos e eles diziam: "queria ser o Milton Cruz, queria ser o Milton Cruz". Acho que fui uma pessoa que os incentivei, e eles tiveram a coragem de assumir, mais do que eu até (risos). Apesar que, no São Paulo, o seu Juvenal (Juvêncio, ex-presidente) sempre valorizava meu trabalho. E ele sempre dizia que eu era importante na função que eu tinha. Por isso, muitas vezes, eu não tive essa coragem", revelou.

Milton Cruz, com Tite ao fundo, durante a goleada por 6 a 1

Milton Cruz, com Tite ao fundo, durante a goleada por 6 a 1

Rubens Chiri/SPFC

Por fim, Milton falou do sentimento de retornar ao estádio onde viveu um dos piores momentos da carreira. O treinador voltou à Arena Corinthians pela primeira vez após o massacre alvinegro no Majestoso do segundo turno do Brasileirão-15, que terminou com uma das maiores goleadas do confronto (6 a 1). Milton era o interino no banco de reservas naquela tarde histórica de 22 de novembro.

"Aquele dia foi muito diferente, o Corinthians tinha sido campeão uma rodada antes. Eles jogaram com uma equipe reserva, sem compromisso, tentando mostrar serviço. Perdemos também jogadores, como Pato, Luís Fabiano, Ceni e o Ganso. Então, também estávamos desfalcados. Começamos bem, tivemos três chances, e o Corinthians foi fazer o gol com Romero aos 27 minutos. Aí, demos uma bobeada, jogar aqui é difícil, veio a torcida em cima...foi triste, mas graças a Deus recuperamos a equipe para o jogo seguinte, contra o Figueirense, ganhamos, aí vencemos o Goiás fora de casa e fomos à Libertadores. Mas foi triste. Não tinha vindo, foi a primeira vez que voltei", finalizou.

Veja mais em: Arena Corinthians e Majestoso.

Veja Mais:

  • Jadson é vice-artilheiro do Corinthians em 2018, atrás apenas de Rodriguinho

    Corinthians e Jadson estão próximos de negociar renovação contratual

    ver detalhes
  • Corinthians venceu São José em partida épica na última quarta-feira

    Final épica de basquete entre Corinthians e São José iguala recorde de 1951 da NBA

    ver detalhes
  • AMISTOSOS DO CORINTHIANS DURANTE A COPA | #60

    VÍDEO: Amistosos do Corinthians durante a Copa | #60

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez mostrou incômodo com postura dos empresários de Balbuena

    Andrés Sanchez critica empresários de Balbuena em entrevista a jornal português

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes