Corinthians dá show na Arena, 'engole' Sport e encerra primeiro turno do Brasileirão invicto

Corinthians Corinthians 3 x 1 Sport Sport

Brasileirão 2017

Corinthians dá show na Arena, 'engole' Sport e encerra primeiro turno do Brasileirão invicto

Jogadores do Corinthians comemorando o gol de Guilherme Arana

Jogadores do Corinthians comemorando o gol de Guilherme Arana

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians "engoliu" o Sport na noite deste sábado, na Arena, pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. A equipe de Fábio Carille teve atuação incontestável, atropelou os comandados de Vanderlei Luxemburgo por 3 a 1, com gols de Guilherme Arana, Rodriguinho e Pedro Henrique, e encerrou de forma invicta a primeira metade da competição - não à toa lidera com muuuita folga!

Com o resultado, o Corinthians abriu incríveis 11 pontos de vantagem para o vice-líder Grêmio. Os gaúchos, é claro, ainda entram em campo neste domingo, enfrentando o Atlético-MG em Porto Alegre. O Santos, terceiro colocado, está a 13 pontos de distância do Timão. Confira aqui a classificação atualizada e a relação completa de jogos do Brasileirão.

Em tempo: os comandados de Carille seguem com o zagueiro Pablo e o meia Jadson entregues ao departamento médico. Assim, Pedro Henrique e Clayson engataram outra partida como titulares. O Timão foi escalado com: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Romero, Rodriguinho e Clayson; Jô.

Vale lembrar que o Corinthians agora passará longos 13 dias sem entrar em campo. Isso porque a Chapecoense, adversária do Timão na 20ª rodada, tem agendada uma excursão pela Europa. Assim, o jogo contra os catarinenses foi adiado. A equipe alvinegra volta a disputar uma partida apenas em 19 de agosto, contra o Vitória, novamente na Arena.

Primeiro tempo

Os primeiros 45 minutos de jogo foram marcado por superioridade tática absurda do Corinthians, que "comeu pelas beiradas". O Sport de Luxemburgo se viu rendido às investidas de Fagner e Romero, na direita, e Arana e Clayson, na esquerda.

Aos oito minutos, Fagner deu drible desconcertante pela direita, avançou em velocidade até as proximidades da grande área e cruzou. Maycon apareceu como elemento surpresa e fez uma espécie de corta-luz. Guilherme Arana, então, apareceu cozinho para bater de primeira, com o peito do pé, e abrir o placar.

Jogadores comemoram gol de Arana

Jogadores comemoram gol de Arana

Reprodução/TV

Rapidamente, porém, o Sport chegou com perigo ao ataque e por pouco não empatou. Após cobrança de escanteio dos pernambucanos, Cássio saiu mal do gol, Durval ficou com a bola e, somente depois de muito bate e rebate na pequena área, o goleiro alvinegro conseguiu se recuperar e fazer a defesa.

Aos 17 minutos, Romero acertou belo cabeceio e balançou as redes do goleiro Magrão. O lance, contudo, foi corretamente anulado pela arbitragem. Isso porque o paraguaio recebeu bola de Balbuena em posição de impedimento.

Passados dez minutos, Cássio viria a ser testado. Samuel Xavier aproveitou bola espirrada na entrada da área e soltou a bomba. O goleiro corinthiano caiu bastante seguro para fazer a defesa.

Antes de as equipes se encaminharem para os vestiários, o Corinthians ainda construiu mais uma boa oportunidade de gol. Romero foi calçado pelo adversário, mas a sobra foi bem aproveitada por Gabriel, que deu linda enfiada de bola para Clayson. O atacante saiu cara a cara com Magrão, mas acabou desarmado por Durval no exato momento do chute.

Segundo tempo

Gol do Corinthians! Quê? É isso mesmo! Antes mesmo que qualquer coisa pudesse ser escrita aqui, Rodriguinho foi lá e balançou as redes, aumentando a vantagem do Timão no marcador. O meia puxou contra-ataque, deslocou os marcadores e, aos 19 segundos, soltou uma bomba de fora da área e acertou o ângulo direito de Magrão. Golaço!

E engana-se quem acha que o Corinthians deixaria de atacar só porque já havia encaminhado a vitória. Os comandados de Carille, mesmo prejudicados por lambanças do árbitro Wagner Reway (como por exemplo um cartão amarelo inexplicável para Romero), seguiram pressionando o Sport. Até que...

Clayson cobrou escanteio preciso na cabeça de Pedro Henrique. O jovem de 21 anos subiu mais alto do que qualquer defensor do Sport (que na verdade nem mesmo acompanharam o corinthiano) e cabeceou com bastante força para o chão. A bola "pingou" e estufou as redes de Magrão, aos 20 minutos da etapa complementar. Goleada em Itaquera!

Com a vantagem no marcador, Carille decidiu promover algumas modificações (mais para dar ritmo de jogo aos reservas do que para consertar qualquer problema na equipe). Clayson saiu aplaudidíssimo para a entrada de Pedrinho. Na sequência foi a vez de Camacho entrar na vaga de Maycon.

Mais tranquilo na partida, o Corinthians até cometeu alguns deslizes. E foi aí que apareceu a estrela do goleiro Cássio. André, ex-jogador do Timão, saiu cara a cara com o camisa 12 alvinegro em duas ocasiões: em ambas foi parado pela muralha corinthiana.

Vale ainda registrar que Guilherme Arana, já nos minutos finais, desabou no gramado após dar um bicão na bola. Imediatamente ele foi substituído por Léo Príncipe. O camisa 13 deixou o gramado caminhando lentamente ao lado de Ivan Grava, médico do Corinthians.

Por fim, ainda houve tempo para o Sport anotar um gol de honra (e que gol!). Thallyson soltou uma bomba de muito longe e, mesmo escorregando na hora do chute, acertou o ângulo esquerdo de Cássio. Indefensável.

Nada que atrapalhasse a festa do líder Corinthians, é claro. Com mais uma imponente atuação, os comandados de Carille vão se aproximando cada vez mais do sonhado heptacampeonato!

Veja mais em: Campeonato Brasileiro, Rodriguinho, Pedro Henrique e Guilherme Arana.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida entre Corinthians e Sport

  • 1000 caracteres restantes