Guilherme nega injustiça e aposta em bom momento caso permanecesse no Corinthians

Guilherme nega injustiça e aposta em bom momento caso permanecesse no Corinthians

Por Meu Timão

Meia viveu altos e baixos e não convenceu no Corinthians

Meia viveu altos e baixos e não convenceu no Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Contratado no início de 2016, o meia Guilherme não conseguiu convencer no Corinthians. Dono de altos e baixos em sua primeira temporada, o ex-camisa 10 alvinegro não figurou os planos de Carille para este ano e foi emprestado, ainda durante o Paulistão, para o Atlético Paranaense. Titular em Curitiba, o jogador não acredita em injustiça, mas se vê prejudicado pelo desempenho coletivo ruim das equipes com quem atuou no Timão.

"Não injustiçado, acho que não seria essa palavra, mas talvez eu tenha sido vítima de uma campanha que não foi boa em todos os aspectos. Tanto é que o time que está hoje é quase 100% o mesmo do ano passado, mudou algumas peças só. Se eu tivesse continuado e tido oportunidades, como os jogadores estão tendo, certamente eu estaria bem também, como estou hoje", afirmou o meia, em entrevista após a derrota paranaense para o Santos, pela Libertadores.

Leia também:
Apenas Corinthians e outros oito brasileiros ainda podem conquistar título internacional em 2017
Na China, Renato Augusto foge de polêmica ao falar de preferência entre Corinthians e Flamengo
Marketing esclarece projeto do Corinthians na busca por naming rights da Arena

Apesar de chegar para assumir a camisa 10 deixada por Jadson, que rumara a China, o meia não sentia confiança na equipe. Alternando entre o time titular e o banco, o meia também vivia constantes mudanças táticas e chegou a questionar seu posicionamento em algumas oportunidades. Mesmo com o rendimento abaixo, o jogador faz questão de ressaltar a gratidão que tem pelo clube.

"Para o jogador tudo é confiança, quando você sente que a confiança é passada para você, você tende a render mais. Mas, não tenho nada a criticar do Corinthians, só agradecer a oportunidade que eu tive de ter a amizade daquelas pessoas e poder vestir aquela grande camisa", frisou.

Com contrato até dezembro de 2019 com o Corinthians, o jogador assinou um contrato de empréstimo com o Atlético Paranaense até o fim de 2018. Pelo Timão, Guilherme disputou 50 jogos e marcou oito gols. Por questões táticas, os torcedores não o veem com expectativa de aproveitamento breve na equipe comandada por Carille.

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians, Jogadores emprestados e Guilherme.

Veja Mais:

  • Meia fica fora de treino de bolas paradas e pode iniciar jogo no banco

    Carille ensaia escalação do Corinthians sem Jadson; definição fica para sexta

    ver detalhes
  • Jô recordou caso em que foi vítima de ofensa racista com Love na Rússia

    Jô lamenta injúria racial no Nilton Santos e lembra episódio na Rússia

    ver detalhes
  • Reforço do Barcelona, Paulinho foi apresentado à torcida e à imprensa nesta quinta-feira

    Apresentado no Barcelona, corinthiano Paulinho diz não temer pressão

    ver detalhes
  • Diante do Grêmio, Paulo Roberto teve melhor atuação com camisa do Corinthians

    Corinthians acerta contratação definitiva de Paulo Roberto, garante diretor

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes