Quase contratado em 2014, Walter admite receio com torcida do Corinthians na época

Quase contratado em 2014, Walter admite receio com torcida do Corinthians na época

Por Meu Timão

Atacante hoje atua pelo Atlético-GO, lanterna do Brasileirão

Atacante hoje atua pelo Atlético-GO, lanterna do Brasileirão

Foto: Paulo Marcos/Assessoria ACG

O Corinthians não busca centroavantes para o seu elenco atualmente, já que conta com Jô, Kazim e Carlinhos para a posição. Em 2014, no entanto, o Timão procurava um reforço para o setor e quase acertou com Walter, hoje no Atlético Goianiense. Apesar das conversas terem existido, um fator distanciou o folclórico jogador do Timão.

"Estive perto. Mas, confesso que eu tinha um pouco de receio, um pouco de medo de jogar no Corinthians. Querendo ou não, o Corinthians é uma grande equipe, um grande time. Eu estava sim com um pouco de receio, mas hoje olhando o futebol eu não tenho medo de nada, para onde eu for eu vou em frente e pode vir o Corinthians, Flamengo", revelou o atacante, em participação no programa Resenha ESPN.

Leia também:
Marciel é liberado e pode ser relacionado pelo Corinthians para viagem a Chapecó
Corinthians é a entidade esportiva com melhor performance nas redes sociais do mundo
Sanchez grava vídeo detonando Mancini após vazamento de áudio contra Corinthians

Um dos artilheiros do Brasileirão naquele ano, Walter não temia a pressão ou as críticas. O grande ponto de preocupação do atleta era a torcida alvinegra, antes considerada violenta pelo jogador.

"No geral a torcida do Corinthians é um pouco perigosa, tinha um pouco de receio. Mas hoje eu vejo que não é isso. É amor que eles têm e é sempre um prazer jogar em time grande tipo o Corinthians e Flamengo, que são as maiores torcidas do país", explicou.

Atacante do Goiás na época, Walter era relacionado ao clube de forma intensa, até por já ter trabalhado com Tite. Na oportunidade, inclusive, o jogador já havia confirmado a possibilidade, deixando claro a vontade de jogar em um dos maiores clubes do Brasil, como ele mesmo definiu o Timão.

Veja mais em: Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Torcida do Corinthians fez festa no estádio do Racing

    Fotógrafo registra vídeo sensacional no meio da torcida do Corinthians no estádio do Racing

    ver detalhes
  • Homero transformou bandeira invertida em taça da Libertadores nas costas de Edinho

    21 anos após erro de tatuador, corinthiano fecha costas com lembranças épicas da Libertadores

    ver detalhes
  • Esporte é praticado nas dependências do Corinthians desde a década de 50

    Saem as chuteiras, entra o pandeiro: conheça o Tamboréu, modalidade tradicional do Corinthians

    ver detalhes
  • Carille vai mudar rotina do Timão e tirar concentração do CT

    Pela primeira vez em seis anos, Corinthians deixa CT para se concentrar ao lado do Morumbi

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes