Gabriel valoriza 'gordurinha' e nega ajuda dos adversários em campanha do Corinthians

Gabriel valoriza 'gordurinha' e nega ajuda dos adversários em campanha do Corinthians

Por Meu Timão

840 visualizações 23 comentários Comunicar erro

Gabriel concedeu entrevista coletiva após o treino desta segunda-feira

Gabriel concedeu entrevista coletiva após o treino desta segunda-feira

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Foram 19 rodadas de invencibilidade até, frente o Vitória, sair de campo derrotado no Campeonato Brasileiro. A grande vantagem construída ao longo da competição deu tranquilidade ao Timão, que terminaria a rodada na liderança de qualquer maneira. Assim como afirmou Fagner, Gabriel acredita que o revés veio na hora certa.

"Lógico que não queremos perder, mas construímos uma gordura no campeonato e foi num momento que as outras equipes também não ganharam. A rodada nos favoreceu, mas não podemos contar com isso. É fazer nossa parte, temos potencial, mostramos no ano inteiro, três derrotas apenas. Foi uma derrota que nos deixou na mesma posição. Agora é buscar aumentar a diferença para o vice-líder", disse o volante, na manhã desta segunda-feira.

Leia também:
Jô minimiza derrota, valoriza elenco do Corinthians e prevê bronca de Carille em Arana
Gabriel minimiza desfalques na defesa do Corinthians e projeta jogo diferente em Chapecó
'Lembrado eternamente', Gabriel já tem nova meta no Corinthians: 'Prontos para fazer história'

Mesmo os resultados favorecendo a equipe alvinegra, Gabriel não acredita que isso tenha ajudado o Corinthians. Para o camisa 5 alvinegro, é importante destacar que os méritos são do Timão e não o contrário. Com a combinação da 21ª rodada, a equipe comandada por Fábio Carille entra em campo, mesmo com a derrota de sábado, podendo abrir dez pontos na liderança.

"Quem está nos ajudando somos nós mesmos, pela campanha de 14 vitórias, cinco empates e uma derrota. Essa folga na liderança se deve a nós. Cada um tem seus jogos, se não aproveitarem vamos tentar distanciar. Quarta temos uma oportunidade muito boa de abrir dez pontos. Temos de encarar como uma decisão, é um jogo importantíssimo", analisou.

"Podemos abrir dez pontos, é uma oportunidade muito grande para conseguir isso. Apesar da derrota, não podemos nos abalar. Tem de fortalecer, o campeonato não acabou. Precisamos ter concentração total para liquidar isso mais rápido possível", completou.

O Corinthians volta a campo nesta quarta-feira, às 19h30, para enfrentar a Chapecoense, em partida válida pela 20ª rodada do Brasileirão - o jogo foi remarcado por compromissos dos catarinenses fora do país. Para a partida, espera-se que Gabriel se mantenha entre os titulares de Carille.

Veja mais em: Gabriel.

Veja Mais:

  • Estudioso, Loss começa sua trajetória como treinador do Corinthians nesta quinta-feira

    Títulos na base e evolução como auxiliar: conheça Osmar Loss, o novo técnico do Corinthians

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez exaltou força da estrutura montada no Corinthians há dez anos

    Andrés Sanchez manda recado à Fiel após saída de Carille: 'Vamos comprovar nossa estrutura'

    ver detalhes
  • Carlos Alberto Silva, em 1991, o último a trocar o Corinthians por outro clube

    Corinthians não perdia treinador para outro clube há 27 anos; dezenas trabalharam desde então

    ver detalhes
  • Fábio Carille exibe a taça de heptacampeão brasileiro; treinador seguirá carreira na Ásia

    Fábio Carille deixa Corinthians e acerta com Al-Wehda, da Arábia Saudita

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes