Volante do Corinthians fala em 'sinal de alerta' após segunda derrota seguida em casa

Volante do Corinthians fala em 'sinal de alerta' após segunda derrota seguida em casa

Por Meu Timão

17 mil visualizações 127 comentários Comunicar erro

Camacho atuou durante todo o segundo tempo neste sábado

Camacho atuou durante todo o segundo tempo neste sábado

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O líder Corinthians tem de ligar o sinal de alerta no Campeonato Brasileiro. O aviso não é do Meu Timão nem de algum torcedor. Trata-se de uma consciente declaração do volante Camacho ao término do jogo deste sábado, no qual a equipe alvinegra foi derrotada por 1 a 0 para o Atlético-GO, lanterna da competição.

Leia também:
Kazim fica próximo de nota zero em votação da torcida do Corinthians após derrota
Derrotado pelo lanterna, Corinthians pode ganhar novo concorrente ao título

"A gente está em alerta. Já estávamos no primeiro turno e por isso fomos tão bem. Agora temos que trabalhar e acender o sinal de alerta para conseguir as vitórias em casa de novo", declarou Camacho, ao término da partida, ainda no gramado da Arena.

Camacho participou dos 45 minutos finais da partida, haja vista que foi solicitado pelo técnico Fábio Carille ainda no intervalo do duelo contra o Atlético-GO. O volante até tentou armar jogadas no ataque corinthiano, mas viu companheiros como Clayson e Kazim perderam boas chances de balançar as redes adversárias.

Na opinião de Camacho, o problema, mais do que a dificuldade do Corinthians em fazer gols, é a forma como as equipes visitantes se defendem quando atuam na Arena.

"Os caras vêm aqui muito mais fechado do que o normal. E eles se fecham muito bem. Nos dois jogos (Atlético-GO e Vitória), eles acharam uma bola e fizeram um gol", comentou, se referindo também à derrota da semana passada, contra os baianos.

Veja mais em: Camacho e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Andrés Sanchez e Matias Ávila participaram do Papo Reto desta terça-feira

    Déficit do Corinthians sobe para R$ 26 milhões, mas diretoria comemora ao comparar com 2017

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez e Roberto de Andrade atrasaram pagamento de premiações ao elenco

    Corinthians priorizou grana da Copa do Brasil para pagar premiações atrasadas aos jogadores

    ver detalhes
  • Pedrinho recebeu oferta informal de 25 milhões de euros em julho

    Corinthians recusou contratações e contas no azul por Pedrinho antes de procura do Real Madrid

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez e Duílio Monteiro Alves já trabalham por reforços para 2019

    Diretor financeiro garante que Corinthians tem dinheiro para se reforçar; Andrés fortalece filosofia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes