Moisés vai de valorizado e com oferta europeia a terceira opção na lateral do Corinthians

Moisés vai de valorizado e com oferta europeia a terceira opção na lateral do Corinthians

Moisés se tornou a terceira opção da lateral esquerda do Corinthians

Moisés se tornou a terceira opção da lateral esquerda do Corinthians

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

A situação de Moisés no Corinthians mudou radicalmente em nove meses. O lateral-esquerdo iniciou a temporada como titular e teve uma oferta de quase R$ 7 milhões do CSKA (RUS) rechaçada pela diretoria. Neste momento, o camisa 6 se tornou a terceira opção da posição, atrás de Guilherme Arana e Marciel, que voltou a ficar à disposição após liberação dos médicos.

Os últimos treinos mostraram que Moisés definitivamente perdeu espaço com Carille que, neste momento, vê Marciel com mais possibilidade de ajudar na parte ofensiva, algo que Arana demonstrou ser fundamental para os meias e atacantes. Em relação à parte defensiva, o treinador acredita que os dois têm defeitos e virtudes parecidas.

Leia também:
TV Globo volta a transmitir jogo do Corinthians após quase um mês e meio
Reforço de Arana e retorno de Cássio: Corinthians treina com novidades

A atual situação de Moisés é decorrência, basicamente, de suas últimas atuações. Após a lesão muscular de Arana, o camisa 6 ganhou chance entre os titulares diante de Chapecoense e Atlético-GO. Na Arena Chapecó, apesar da vitória, sofreu para conseguir marcar Apodi. Diante do lanterna, na Arena Corinthians, voltou a não ir bem ofensivamente - já tinha ido mal diante do Patriotas, pela Copa Sul-Americana, também em Itaquera.

A tendência é que, ao término da temporada, Moisés seja negociado pela diretoria do Corinthians. Algo que não ocorreu nas duas ofertas do CSKA, da Rússia, em janeiro e julho, respectivamente, de R$ 7 e R$ 10 milhões. Natural de São Paulo, Moisés Roberto Barbosa passou pela base de Palmeiras, Olé Brasil e Internacional antes de se tornar profissional.

Em 2015, após se destacar pelo Madureira no Carioca, foi adquirido pelo Timão, que o repassou ao Bragantino para a disputa da Série B. Sem espaço com Tite, o lateral-esquerdo foi emprestado ao Bahia, onde voltou a se destacar na Segunda Divisão na temporada 2016. Este ano, depois de retornar de empréstimo mais uma vez, Moisés permaneceu no clube, mas quase não teve chances devido à assiduidade de Arana, além do bom futebol do camisa 13 que se tornou uma das armas ofensivas da equipe. Quando entrou, não correspondeu.

Moisés, em maio, renovou até 31 de dezembro de 2019.

Veja mais em: Moisés e Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Com saída de Adriano, Marquinhos herdou a camisa 10 do Timão na Libertadores 2012

    Campeão em 2011, Marquinhos diz ter celebrado hepta do Corinthians e ensaia retorno

    ver detalhes
  • Golaço de Rodriguinho sobre o Sport entrou em vídeo de emissora italiana

    Canal de esportes da Itália produz vídeo com cinco gols mais belos do hepta do Corinthians

    ver detalhes
  • Kazim tatua taça do Brasileirão com provocação a rivais do Corinthians

    Kazim tatua taça do Brasileirão com provocação a rivais do Corinthians

    ver detalhes
  • Com bandeirões e muita festa, Fiel incentivou Timão no último treino aberto

    Corinthians abre à torcida último treino antes do jogo da taça

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes