Em evento no PSJ, ex-zagueiros gravam seus nomes na Calçada da Fama do Corinthians

Em evento no PSJ, ex-zagueiros gravam seus nomes na Calçada da Fama do Corinthians

Por Meu Timão

1.6 mil visualizações 22 comentários Comunicar erro

Ex-zagueiros participaram de evento com aproximadamente 50 pessoas

Ex-zagueiros participaram de evento com aproximadamente 50 pessoas

Foto: Danilo Augusto/Meu Timão

Além do último treino dos comandados de Carille antes do duelo deste domingo, contra o Vasco, o sábado também foi marcado por homenagens no Corinthians. A Calçada da Fama do clube, localizada no Memorial do Parque São Jorge, eternizou outros dois ídolos da história alvinegra. Os ex-zagueiros Marcelo Dijan e Célio Silva foram os homenageados da manhã.

Campeão paulista e brasileiro pelo Timão, Marcelo é considerado um dos mais seguros defensores dos 107 anos de Corinthians. Feliz com a homenagem, o ex-jogador lembrou da família corinthiana e dos títulos conquistados com a camisa alvinegra.

"Me sinto muito honrado de ter essa homenagem. Minha família é corinthiana, penso nesse momento no meu pai, que acabou me levando, fazendo tudo para que eu fosse jogador e que era um corinthiano roxo. Eu fico muito grato, até estou emocionado. A gente fica velho e vai ficando mais choroso. Para mim é uma grande satisfação estar recebendo essa homenagem", disse.

"Títulos sempre marcam bastante. Campinas (Paulistão de 1988), com o gol do Viola na prorrogação, foi um momento muito marcante. Era meu primeiro ano me firmando no time. Na sequência o primeiro título brasileiro, que é uma conquista que a torcida esperava há 40 anos. Tivemos a felicidade de ganhar. Acho que esses dois títulos são o ponto alto da passagem pelo Corinthians", completou.

Leia também:
Ainda sem Pedrinho e com Arana, Corinthians relaciona 23 jogadores contra o Vasco
Já no Brasil, garoto fã de Romero se encontra com o atacante do Corinthians
Para surpreender adversários, Casagrande sugere mudança no setor ofensivo do Corinthians

Durante a cerimônia, Célio Silva também falou. Zagueiro do Corinthians de 1994 a 1998, ele destacou a forma como lidou com a pressão e "casou" com o estilo corinthiano de atuar. Além da gratidão expressada, divertiu os quase 50 presentes com brincadeiras e histórias inusitadas de sua carreira.

"Quando um atleta vem para o Corinthians ele já sabe que vai encontrar a pressão natural e também do torcedor, a exigência. Eu já tinha o perfil, as pessoas até imaginavam que eu era gaúcho, pelo estilo de força. Graças a Deus me encaixei bem, fui muito feliz. Fico feliz por ter terminado minha carreira e ter vestido essa camisa maravilhosa", afirmou Célio.

Confira imagens do evento

Célio Silva colocando seu pé na calçada da fama

Célio Silva colocando seu pé na calçada da fama

Danilo Augusto/Meu Timão

Marcelo Djian foi o outro homenageado do dia

Marcelo Djian foi o outro homenageado do dia

Danilo Augusto/Meu Timão

Placa de Célio na Calçada da Fama

Placa de Célio na Calçada da Fama

Danilo Augusto/Meu Timão

Placa de Marcelo na Calçada da Fama

Placa de Marcelo na Calçada da Fama

Danilo Augusto/Meu Timão

Veja mais em: Ídolos do Corinthians.

Veja Mais:

  • Jadson é vice-artilheiro do Corinthians em 2018, atrás apenas de Rodriguinho

    Corinthians e Jadson estão próximos de negociar renovação contratual

    ver detalhes
  • AMISTOSOS DO CORINTHIANS DURANTE A COPA | #60

    VÍDEO: Amistosos do Corinthians durante a Copa | #60

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez mostrou incômodo com postura dos empresários de Balbuena

    Andrés Sanchez critica empresários de Balbuena em entrevista a jornal português

    ver detalhes
  • Timão pode erguer troféu da Liga Ouro já na sexta-feira, na casa do São José

    Corinthians vence batalha com quatro prorrogações e fica a uma vitória do título da Liga Ouro

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes